segunda-feira, 21 de janeiro de 2019


Tentativa de roubo termina com tiros disparadosNo centro de Caicó


Uma tentativa de roubo foi registrada na noite desta segunda feira (21) em uma conveniência no cruzamento da Av. Seridó com a Av. Otávio Lamartine, no centro de Caicó. De acordo com informações, dois indivíduos tentaram roubar o local quando foram suspreendidos por um Policial Militar que estava próximo e reagiu tentando evitar o assalto. Disparos de arma de fogo foram efetuados no local.  Ninguém saiu ferido e os criminosos conseguiram fugir do local em uma motocicleta.

Motoristas de veículos oficiais do RN irão arcar com eventuais multas

A governadora Fátima Bezerra (PT) assinou o decreto nº 28.696, que regulamenta o uso e o controle dos veículos oficiais do Poder Executivo do Rio Grande do Norte. O texto foi publicado na quinta-feira (17), no Diário Oficial do Estado (DOE). O decreto determina que os motoristas dos veículos oficiais serão responsáveis por eventuais infrações de trânsito cometidas e pelo pagamento das multas aplicadas, sem prejuízo para a administração pública.

Em caso de acidentes envolvendo o veículo, o motorista será obrigado a permanecer no local até a realização da perícia, comunicar ao supervisor imediato e registrar a ocorrência a autoridade de trânsito. Se o acidente envolver dano a terceiros ou às finanças públicas, será instaurada uma sindicância ou um processo administrativo disciplinar para apurar a responsabilidade.

Caso a responsabilidade seja atribuída ao condutor do veículo oficial, o mesmo responderá pelos danos e quaisquer prejuízos resultantes do acidente. Outra norma que o texto regulamenta é quanto aos deveres dos motoristas dos veículos.

Os condutores terão que registrar, diariamente, os horários e as quilometragens de saída e de chegada dos carros que estão sob responsabilidade e vistoriar os veículos e anotar quaisquer falhas ou defeitos verificados.

Os dados anotados nas fichas, bem como as planilhas de gastos com abastecimento e manutenção serão encaminhadas mensalmente à Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SEARH). Confira texto completo do decreto: Decreto nº 28.696, de 16 de janeiro de 2019.


Combustível de qualidade você vai encontrar nos postos santana e Boa Passagem

Aqui você encontra um preço super promocional em gasolina comum e aditivada!

Posto Santana I fica na Av. Coronel Martiniano no Centro de Caicó. Funcionamos 24 horas.

O Posto Boa Passagem fica na Av. Rui Mariz no Bairro Boa Passagem. Funcionamos 24 horas.

O Posto Boa Passagem é o único posto de Caicó que vende gás veicular.

Contatos : 84 - 3417 - 2652

Em dificuldades por causa de salários atrasados, agentes penitenciários do RN recebem doações de policiais federais

Policiais federais do Rio Grande do Norte estão ajudando os agentes penitenciários do estado a superarem os momentos de dificuldade financeira em razão do atraso no pagamento dos salários.

Na semana passada, por meio de uma parceria de solidariedade envolvendo o Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal do RN (Sinpef-RN) e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN (Sindasp-RN), foi feita a doação de cestas básicas.

Os agentes penitenciários ainda não receberam o salário de dezembro e o 13º de 2018, além do pagamento de diárias operacionais. Por esse motivo, o Sindasp-RN está realizando uma campanha para arrecadar doações.

“Este tipo de ação é fundamental por dois motivos: ajuda os agentes penitenciários, que vivem um momento difícil, e cria uma importante relação de integração entre as categorias”, ressaltou José Aquino, presidente do Sinpef-RN.

A ajuda aos agentes penitenciários pode ser feita através de doações de cestas básicas, no endereço: Rua Raimundo Chaves, 1981, Candelária, Natal/RN.

Também é possível fazer doações financeiras por meio da conta:

Banco do Brasil Conta: 114.036-1Agência: 2874-6 SINDASP-RN




Caminhoneiro é morto a tiros durante assalto a posto de combustíveis no interior do RN

Um caminhoneiro de 49 anos foi morto a tiros durante um assalto a um posto de combustíveis no município de Canguaretama, interior do RN. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (21).

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do Grupo Tático Operacional (GTO) estava em patrulhamento e se deparou com os criminosos ainda no posto, que fica na BR-101, na entrada da cidade.Após atirarem contra a viatura, parte da quadrilha fugiu em um carro em direção a Baía Formosa. Houve perseguição e o veículo acabou saindo da pista, mas os bandidos conseguiram fugir em meio a um matagal.

Segundo a PM, ao retornarem para o posto, os policiais encontraram o caminhoneiro natalense morto. Acredita-se que outros dois assaltantes, que ficaram no posto quando houve o confronto, atiraram nele. A vítima teria sido feito refém ainda durante a tentativa de arrombamento ao cofre.

Suspeita-se que os bandidos iriam arrombar o cofre.





Igreja da Paraíba tem de pagar R$12 milhões por exploração sexual

Justiça do Trabalho condenou Arquidiocese da Paraíba a pagar R$ 12 milhões de indenização por exploração sexual cometida por padres contra crianças e adolescentes, segundo reportagem do programa Fantástico, veiculada neste domingo, 20, da TV Globo. Na Justiça, os envolvidos negaram os crimes.

“Foi apurado que havia um grupo de sacerdotes, de forma habitual, que pagava por sexo a flanelinhas, coroinhas e também a seminaristas”, afirmou o procurador Eduardo Varandas, ao Fantástico. Quatro padres da Basílica Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, teriam tido relações sexuais com os adolescentes, segundo a TV.

Estado procurou ontem a Arquidiocese e o Ministério Público da Paraíba, mas não conseguiu contato. À TV, dom Aldo Pagotto, que estava à frente da arquidiocese na época da denúncia, disse que não participaria desse tipo de reportagem e que os padres acusados já haviam sido inocentados na Justiça Criminal. A reportagem afirma que esse inquérito, na realidade, foi arquivado. Dom Aldo deixou a arquidiocese local em 2016.

O pagamento aos jovens explorados seria feito em dinheiro e até em comida, segundo a denúncia. “A característica da exploração sexual é ausência da vontade livre para praticar o ato”, disse Varandas.

Um ex-seminarista afirmou à TV ter sido explorado pelos sacerdotes. “(Havia) abuso sexual por parte dos padres e de seminaristas. Através de palavras, de atos, pegavam nas minhas partes sexuais”, declarou a vítima ao Fantástico. Na época, ele tinha 17 anos. “A palavra de ordem seria: “passando por esse processo você vai conseguir chegar a ser padre.”

Em depoimento para o Ministério Público do Trabalho, segundo a reportagem, um ex-funcionário da Catedral disse que um dos padres “levava coroinhas e outros meninos, todos menores de idade, para dormir com ele nos quartos que ficavam atrás da Igreja.”

Um dos jovens que guardava carros na frente da Igreja declarou à Justiça ter tido relação sexual com um padre da arquidiocese. O flanelinha foi assassinado em dezembro de 2016 – segundo a Polícia Civil da Paraíba, não haveria indícios de queima de arquivo. Ainda de acordo com o ex-funcionário, que trabalhou por 30 anos na Basílica, outro padre levaria “meninos para casa dele.”

As investigações de abuso começaram após o vazamento de uma carta que denunciava casos na Igreja em 2014. Um inquérito criminal contra os sacerdotes foi arquivado. Ao programa, o Ministério Público disse que havia elementos para a denúncia, mas que os crimes já haviam prescrito. O processo, porém, seguiu na Justiça do Trabalho.

Para a sentença, foi fixado R$ 1 milhão de indenização para cada ano de dom Aldo à frente da Arquidiocese, segundo a reportagem. O valor será destinado para fundos da infância e da adolescência e instituições que trabalham com jovens explorados.

Igreja já foi condenada no Brasil

Em 2013, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que a Mitra Diocesana de Umuarama (PR) deveria pagar indenização de R$ 100 mil a um menino abusado por um padre. O crime, confessado pelo sacerdote, aconteceu em 2002, quando a vítima tinha 14 anos.

A maior indenização do tipo já paga pela Igreja Católica é da Arquidiocese de Los Angeles, nos Estados Unidos. O valor foi de US$ 660 milhões (R$ 2,47 bilhões, em valores atuais) pagos a 608 vítimas em 2007. Nos últimos anos, a Igreja Católica tem enfrentado uma série de escândalos de denúncias de abuso sexual em vários países.

ESTADÃO CONTEÚDO