quinta-feira, 21 de março de 2019


Cadáveres são expostos no Monte Everest por derretimento de geleiras



As geleiras do Monte Everest (8.848 m) estão derretendo e, com isso, expondo os cadáveres de centenas de alpinistas que morreram enquanto tentavam escalar a montanha de maior altitude da Terra.

Acredita-se que quase 300 pessoas tenham morrido no Everest desde a primeira tentativa de atingir o cume. Devido ao frio, muitos corpos estão bem preservados mesmo décadas depois de sua morte.

Especialistas alertam que, à medida que as geleiras derretem na montanha, os cadáveres de muitos desses alpinistas estão sendo expostos.

“Devido ao aquecimento global, o manto de gelo e as geleiras estão derretendo rapidamente e os cadáveres que permaneceram enterrados durante todos esses anos estão se tornando visíveis”, disse Ang Tshering Sherpa, ex-presidente da Associação de Montanhismo do Nepal, à BBC News.

Como em breve a temporada de primavera deste ano começa, alguns dos corpos estão sendo removidos do lado chinês da montanha.

Um funcionário do governo, que trabalha como oficial de segurança no Everest, afirmou para a BBC que encontrou cerca de 10 cadáveres no último anos em diferentes locais da montanha.

A maioria dos corpos têm aparecido na área da cascata de gelo Khumbu, a 5.486 metros de altitude do lado nepalês do Everest. Outro local que tem visto corpos mortos se tornando expostos é a área do Acampamento 4, também chamada South Col, que é relativamente plana.

Falando à BBC News, um funcionário disse: “Mãos e pernas de cadáveres apareceram no acampamento base também nos últimos anos.”

Corpo de mulher paraibana é encontrado enterrado em Pau dos Ferros


Polícia Civil, Sistema Penitenciário, ITEP e Corpo de Bombeiros realizaram uma força tarefa hoje (21) pela manhã e conseguiram encontrar o corpo de uma mulher que teria sido assassinada e enterrada às margens de um rio em Pau dos Ferros.

O crime teria acontecido no final de 2018, mas somente agora, depois uma longa investigação sigilosa, foi possível encontrar o corpo e descobrir os autores deste horrendo crime.

Dos 5 autores do crime, 4 foram presos e a motivação teria sido rivalidade entre facções criminosas.

Ex-presidente Michel Temer é preso pela Polícia Federal

O ex-presidente Michel Temer foi preso na manhã de hoje pela força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro. Segundo informações da Globo News, o mandado de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Desde quarta-feira (20), a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.

Michel Temer (PMDB) foi o 37º presidente da República do Brasil. Ele assumiu o cargo em 31 de agosto de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, e ficou até o final do mandato, encerrado em dezembro do ano passado.

Eleito vice-presidente na chapa de Dilma duas vezes consecutivas, Temer chegou a ser o coordenador político da presidente, mas os dois se distanciaram logo no começo do segundo mandato.

O Grande Ponto / PLANTÃO CAICÓ

PF suspeita que ex - deputado tenha mandado matar Marielle


Trecho do inquérito da PF que investiga a obstrução da investigação sobre a morte deMarielle Franco cita o ex-deputado estadualDomingos Brazão entre os suspeitos de ser um dos mandantes do crime, informa a Folha.

A PF investiga o trabalho da Polícia Civil a pedido de Raquel Dodge, após surgirem suspeitas de que haveria ações para desviar o foco das investigações.

Ex-emedebista e conselheiro afastado do TCE-RJ, Brazão foi alvo de um mandado de busca e apreensão cumprido por agentes da PF no último dia 21 de fevereiro.

Em junho do ano passado, ele chegou a prestar depoimento na delegacia de homicídios e negou ter qualquer relação com o caso.