sábado, 18 de maio de 2019


RN teve 1.330 casos de dengue confirmadas até 20 de Abril

As arboviroses transmitidas pelo mosquito aedes aegypti continuam levando muitas pessoas às unidades de saúde no Rio Grande do Norte. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), até o dia 20 de abril, foram feitas 5.457 notificações de pessoas atendidas nos hospitais com suspeita de dengue, e desse total, 1.330 casos foram confirmados. Em relação ao zika vírus, há 37 casos notificados como prováveis.

A chikungunya levou 664 pessoas a procurarem unidades de saúde no mesmo período, e 258 tiveram o diagnóstico confirmado para a doença. “Embora o número de casos notificados seja menor que o registrado em 2018 no mesmo período, os casos confirmados já ultrapassam o ano anterior”, explica a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi.

Ela destaca que municípios e a população têm um papel essencial na prevenção dessas doenças. “É necessário que todos tomem as medidas de prevenção à proliferação do mosquito: receber o agente de combate às endemias em suas residências, eliminar água de vasos de flores, tampar tonéis e tanques, não deixar água acumulada, lavar semanalmente depósitos de água, manter caixas de água e tanques devidamente fechados e colocar o lixo em sacos plásticos, mantendo a lixeira fechada, entre outras”.

É importante lembrar que o período chuvoso continua, e a alternância com os dias de sol e calor formam o ambiente ideal para a proliferação do aedes aegypti. Os ovos do mosquito, quando entram em contato com a água, dão origem a novos mosquitos, e os ambientes quente e úmidos são ideais para que as fêmeas depositem seus ovos. “Infelizmente essas condições ideais estão presentes em nosso estado nessa época do ano, por isso o cuidado de evitar acúmulo de água deve ser constante”, orienta.

OP9

Air Europa apresenta pedido para operar voos domésticos no Brasil

A companhia aérea Air Europa, com sede na Espanha, entregou nesta sexta-feira (17) à Junta Comercial do Estado de São Paulo um pedido para operar voos domésticos no Brasil.

A empresa já opera voos no país, mas somente em rotas internacionais, ligando Madrid, capital espanhola, a cidades das regiões Nordeste e Sudeste.

Em dezembro do ano passado, o então presidente Michel Temer editou uma medida provisória (MP) que liberou 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras.

A medida provisória perderá validade na próxima semana, e o Congresso já discute um projeto com teor semelhante.

A empresa é considerada brasileira se constituir sede no Brasil e for subordinada à lei brasileira, mesmo que o capital seja estrangeiro.

Trâmite do pedido

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil, o pedido oficial da empresa ainda não chegou à Anac, mas a entrega do documento na junta comercial faz parte da constituição jurídica da companhia e é uma das fases necessárias no processo de outorga.

"Ao se constituir no Brasil, e após a autorização da Anac, a empresa poderá operar rotas domésticas e seguirá a legislação brasileira, que inclui a obrigatoriedade de ter a tripulação brasileira, além do recolhimento de tributos", informou a agência.

G1

GOVERNO FEDERAL GARANTIU R$ 50 MILHÕES PARA RETOMAR PRÓ-MORADIA NO RN


A face castigada da catadora de material reciclável Francineide Soares Ribeiro, 46, solteira, reflete a dificuldade de quem vive com menos de um salário mínimo e sustenta sozinha seus quatro filhos. Para ela, que representa uma das 500 famílias beneficiárias da ação de regularização fundiária realizada pelo Governo do RN, ter sua casa documentada é muito mais do que a realização de um sonho. É a garantia de um patrimônio. “A casinha é minha. Não vendo, não troco e quando morrer vou deixar para meus filhos”, afirmou. Nesta sexta-feira (16), a governadora Fátima Bezerra participou da cerimônia de entrega dos títulos fundiários aos moradores do Conjunto de Todos, na comunidade Regomoleiro, em São Gonçalo do Amarante, que receberam seus imóveis há dez anos e que durante uma década esperaram pelo documento.

A ação de hoje é a primeira deste ano, de uma série que resultará na entrega de 25 mil títulos fundiários, viabilizada por meio da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Social (Cehab), representada no ato pelo diretor presidente Pablo Cruz. O órgão é ligado à Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Ação Social (Sethas), que foi representada pela titula da pasta, Iris Oliveira.

“Hoje muito de vocês estão realizando esse sonho, mas posso adiantar que esse benefício será estendido a todo o RN. O aniversário é da senhora, mas o presente e do povo potiguar”, disse Pablo. Além de se referir ao total de famílias que serão beneficiadas com a continuidade da ação de regularização fundiária, ele fez menção ao fato de que as lideranças e a comunidade se adiantaram e cantaram os parabéns para a governadora, que aniversaria domingo, 19.

Fátima informou que participou de uma audiência com o secretário nacional de Habitação, Celso Toshido Matsuda, no mês de abril, em Brasília, que assegurou a liberação R$ 50 milhões para a retomada do projeto Pró-Moradia no RN, que beneficiará 1.300 famílias, contemplando 18 mil pessoas em 60 municípios do RN. “Eu fui eleita para trabalhar em prol da população. Esta é a minha missão”, destacou.

DIREITO À MORADIA DIGNA
Maria do Carmo da Silva, 70, mãe de três filhos, não conteve o pranto ao receber o título de propriedade de seu imóvel, pois lutava havia uma década para conquistar esse direito.  Ela vive com um salário mínimo concedido pelo INSS, através do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e criou sozinha três filhos.

Natural de Bananeiras (PB), chegou a São Gonçalo ainda criança e, por muitos anos, pagou aluguel com seu trabalho de lavadeira. “Eu sou mãe solteira. Para mim, sempre foi tudo muito difícil. Eu derramei muita lágrima na prefeitura. Todo mundo no centro administrativo me conhece”, revelou.

O líder comunitário Gualther Roberto, presidente do conselho comunitário, agradeceu e destacou a importância da ação para as famílias beneficiadas. “Hoje é um momento muito especial e de muita alegria para todas essas pessoas que hoje estão recebendo o documento de seus imóveis. Muito obrigado”, disse.

O tabelião João França informou que, por lei, nesses programas de habitação populares, os títulos são concedidos gratuitamente, sem nenhuma cobrança de custas e taxas cartoriais. “De posse do título de propriedade, fica garantido aos filhos o direito à herança e vocês passam a ter a dignidade que merecem e precisam”, explicou.

O ator Gleydson Almeida apresentou a performance “Recomeçar” e a Banda Municipal de São Gonçalo abriu e fechou a solenidade, que contou com a participação do prefeito Paulo Emídio, dos senadores Jean Paul Prates e Zenaide Maia, do deputado federal Benes Leocádio, da deputada estadual Eudiane Macedo e do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jaime Calado.

LK MULTIMARCAS

Na Lk Multimarcas você vai encontrar grandes novidades para você aproveitar o seu fim de semana!

           Com preços incríveis! 

Av. Renato Dantas, 633 centro, por trás do Banco do Nordeste de Caicó.

84 - 9.9927-8030

Instagram: @LKMULTIMARCASCAICO