domingo, 2 de junho de 2019


Assessoria de Gabriel Diniz esclarece se ele seria realmente pai antes de tráfico acidente



O cantor Gabriel Diniz se foi nesta segunda-feira, dia 27 de maio, um acontecimento que ficará para sempre na memória dos brasileiros. Logo após a confirmação de seu falecimento, surgiram alguns boatos de que ele seria pai e de que a notícia seria dada exatamente no dia de hoje por sua noiva.

Os internautas ficaram em polvorosa com a noticia que circulou durante toda a tarde nas redes sociais, mas ao anoitecer a assessoria de imprensa do cantor, decidiu esclarecer de uma vez por todas e sanar a dúvida quanto a esse assunto em questão.

Quem responde pela carreira artística de Gabriel Diniz, desmentiu em nome da influenciadora digital, Karoline Calheiros, a suposta gravidez espalhada pela web. Portanto a afirmativa de que ele seria pai, não passa de mais uma fake news.

A noiva de Diniz excluiu suas contas nas redes sociais assim que soube do ocorrido, mas reativou horas depois, ela ainda não se pronunciou sobre a fatalidade que deixou todos em choque nesta segunda-feira.

Fonte: TV Foco

NO RN, PARA CADA PM EXISTE UM VIGILANTE DE EMPRESA PRIVADA



A elevação histórica dos indicadores da violência no Rio Grande do Norte, aliada a falta de efetivos e investimentos em segurança pública, abriu espaço a um fenômeno social e comercial: o crescimento dos serviços de segurança privada. De acordo com dados atualizados da Polícia Federal, o RN tem 6.812 vigias em atuação em 39 empresas regulamentadas. Isso significa que, para cada Policial Militar em atuação no Estado, há um vigilante. O ‘exército’ de seguranças privados, apesar de não substituir o trabalho de um policial, segundo análise de especialistas, é fundamental para não agravar a sensação de insegurança constantes.

Atualmente, entre praças e oficiais, a PMRN dispõe de 7.978 homens e mulheres, sendo 7.514 praças e 464 oficiais. Extraindo os que estão cedidos a outros órgãos e em licença médica, esse efetivo gira em torno de 6.500 pessoas. A Lei Complementar nº 449, de 20 de dezembro de 2010, diz que o estado deveria ter um efetivo de 13.466 policiais militares, sendo 12.791 praças e 675 oficiais. É quase o dobro do que realmente existe em atuação. É considerada a necessidade de se ter um policial para cada grupo de 250 pessoas.

Com a experiência de mais de 30 anos em segurança pública e 25 anos em segurança privada, o major Jorge Ferreira de Oliveira Filho, sócio da Feroli – Academia de Formação de Vigilante e Tiro, é categórico: a atividade policial não substitui a da segurança privada, e vice-versa.

Tribuna do Norte

Bolsonaro promete para segunda ou terça feira proposta que eleva validade da CNH



O presidente da República, Jair Bolsonaro,prometeu apresentar, nesta segunda-feira, (3/6) ou terça-feira (4), uma proposta que aumenta de cinco para dez anos a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, ele quer que o motorista só perca a habilitação caso atinge 40 pontos em infrações, o dobro do que a legislação atual prevê.

Bolsonaro relatou que conversou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a possibilidade de conduzir o tema por medida provisória ou projeto de lei.