terça-feira, 25 de junho de 2019


Município de Caicó envia para licitação projeto para calçamento nos bairro Recreio, Walfredo e Penedo

O setor de Planejamento da prefeitura municipal de Caicó enviou para licitação, os projetos para as obras de calçamento de três ruas no Município de Caicó.

Nessa etapa, a obra vai contemplar as ruas César Rodrigues Fechine (Recreio), João Tomaz de Brito (Walfredo Gurgel) e Maria das Dores Pereira (Penedo).

Os projetos das referidas ruas foram aprovados pela Caixa Econômica Federal. De acordo com o prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata), os recursos da obra de calçamento são provenientes do Ministério do Desenvolvimento Regional através do repasse de nº 1041205-08/2017 e o Município prepara investimentos na área de pavimentação em vários setores da cidade.

Policiais civis paralisam e delegacias estão fechadas. O que fazer?


A maioria das delegacias da Polícia Civil está fechada em todo o Rio Grande do Norte nesta terça-feira, 25. O dia é marcado por protestos pelo País protagonizados por policiais civis contra a Reforma da Previdência.

A recomendação da Polícia Civil para quem precisa registrar um boletim de ocorrência em Natal é buscar uma das delegacias de plantões, as únicas com funcionamento assegurado. Existem duas na capital: uma no bairro Potengi, na zona norte; e outra em Cidade da Esperança, zona oeste.

No interior, as delegacias regionais estão abertas. Elas são 10 distribuídas por São Paulo do Potengi, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros, Macau, Nova Cruz, Patu, Alexandria, Santa Cruz e João Câmara.

Além disso, para ocorrências mais simples, como perda de documentos, a ‘Delegacia Virtual’ no site da Polícia Civil é uma opção.

Portalnoar.

MP deflagra 3ª fase da Operação Dama de Espadas

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (25) a operação Croupier, que investiga o desvio de R$ 2.118.591,52 da Assembleia Legislativa potiguar. A ação é desdobramento da operação Dama de Espadas, que também apurou fraudes na ALRN no período em que Robinson Faria era o presidente da Casa Legislativa.

A operação Croupier investiga os crimes de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa, falsificação de documento público e uso de documento falso cometidos entre os anos de 2006 e 2015. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão. A ação contou com a participação de 14 promotores de Justiça, 19 servidores do MPRN e ainda 30 policiais militares.