domingo, 14 de julho de 2019


Urgente : homem é vítima de descarga elétrica na noite deste domingo em Caicó

Por volta 20:45 deste domingo (14), um homem por nome de Wellington de 34 anos, foi vítima de uma descarga elétrica em sua residência no Conjunto Recreio na zona norte de Caicó. Duas equipes do serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU), foram enviadas para o local.

21:15 : Wellington sofreu uma descarga elétrica em um carregador de celular, o mesmo foi socorrido para o Hospital Regional de Caicó e o seu estado de saúde é considerado estável.

Mulher invade missa e empurra Padre Marcelo Rossi

Uma mulher empurrou o padre Marcelo Rossi do palco de um evento na tarde deste domingo (14) em Cachoeira Paulista (SP). O vídeo que mostra o momento em que o religioso cai do palco se espalhou pelas redes sociais. 

O padre Marcelo participava do encerramento do Acampamento PHN (Por Hoje Não, por hoje não vou mais pecar), na sede da comunidade católica Canção Nova. Apesar da queda, o padre não ficou ferido e a mulher foi detida pela Polícia Militar.

No momento, pelo menos 50 mil pessoas participavam da celebração. Apesar da queda, o padre voltou ao palco minutos depois e continuou a celebração. 

A polícia informou que a mulher tem 40 anos e que fazia parte de um grupo que veio do Rio de Janeiro para o evento. Os acompanhantes alegaram à PM que ela sofre de transtornos mentais.

O Grande Ponto

Em cinco meses, Brasil registra 17,9 mil mortes violentas; queda é de 22% em relação ao ano passado

O Brasil registrou uma queda de 22% nas mortes violentas nos primeiros cinco meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2018. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Somente em maio, houve 3.521 assassinatos, contra 4.327 no mesmo mês do ano passado. Já no período que engloba os cinco meses, foram 17.907 mortes violentas — 5,1 mil a menos que o registrado nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril e maio de 2018.

A tendência de queda nos homicídios do país foi antecipada pelo G1 no balanço dos dois primeiros meses do ano, que apresentaram redução de 25% em relação ao mesmo período do ano passado, e no balanço das mortes violentas de 2018, que teve a maior queda dos últimos 11 anos da série histórica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, com 13%.

O número de assassinatos, porém, continua alto.

O levantamento faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV/USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Os dados apontam que:

– houve 5.108 mortes a menos nos primeiros cinco meses de 2019
23 estados e o DF apresentaram redução de assassinatos no período;
– dois estados tiveram quedas superiores a 30%: Sergipe e Ceará;
– apenas três estados registraram alta de assassinatos: Piauí, Tocantins e Roraima.

G1