quarta-feira, 16 de outubro de 2019


Aposta de Fortaleza (CE) ganha sozinha a Mega-Sena



Os números sorteados foram: 01 – 11 – 34 – 44 – 56. Uma aposta de Fortaleza (CE) acertou sozinha as seis dezenas. E ganhou um prêmio de R$ 34.615. 569,28.


Laboratório de Genética Forense do ITEP-RN emite mais de 180 laudos de exames no 1° ano de atuação


Prestes a completar um ano de pleno funcionamento, o Laboratório de Genética Forense do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN) se destaca na análise de vestígios de DNA em local de crime, na criação do banco de perfis genéticos de apenados do sistema prisional e identificação humana com 181 laudos emitidos de dezembro de 2018 até hoje.

 

O número contempla 53 laudos criminais - de casos que envolvem confronto de vestígios, identificação humana e crimes de natureza sexual - e 128 laudos de perfil de genético de condenados para inserção no Banco Nacional em cumprimento a lei 12.654/12. Há ainda mais de 50 casos em processamento.

 

“Tínhamos uma demanda reprimida quando não havia o laboratório, utilizávamos o da Bahia e em apenas dois períodos do ano, agora estamos em uma nova realidade com a estrutura e equipamentos do Laboratório do ITEP-RN que permite um auxílio fundamental na resolução de crimes e com elementos robustos para que se faça justiça”, destacou o perito criminal Fabrício Fernandes.

 

O exame de DNA na esfera criminal passa por um rígido processo de várias etapas que dependem entre outros fatores da qualidade e quantidade da amostra colhida tanto na identificação de um cadáver, quanto de vestígios de local de crime (tais como saliva, sêmen, cabelo, entre outros) e de toda a cadeia de custódia. O processo envolve extração do DNA, análises laboratoriais e utilização de equipamentos científicos de ponta, aliados ao conhecimento técnico dos peritos do ITEP-RN que atuam nessa área desde 2011.

 

“É um processo rigoroso e que iremos fortalecer ainda mais com controle de qualidade, auditorias e buscar a certificação internacional da ISO 17025 que valida todo o processo de exame de DNA dentro dos padrões mais rígorosos atuais”, destacou o perito criminal Elias Lino.

 

Banco de perfis genéticos

 

A equipe coordenada pelos peritos criminais Fabrício Fernandes e Elias Lino está realizando a coleta de amostras biológicas de presos condenados por crimes de maior gravidade para interligação com o banco de dados nacional de perfis genéticos, até o final do ano serão coletadas 900 amostras biológicas de apenados no estado. Até o momento já foram coletados 650.
 

“Estamos fazendo a inserção no banco nacional de perfis genéticos, em Brasília, enquanto está para ser implementado no RN que será interligado ao nacional em sistema criado pelo FBI e operado pela Polícia Federal. Já inserimos laudos de 128 perfis genéticos colhidos no estado. Até o fim do ano de 2020, a previsão do Ministério da Justiça é cadastrar em todo o país 200 mil perfis e ter a rede integrada, o que vai auxiliar por exemplo no caso de uma pessoa cometer 10 estupros em São Paulo e depois cometer um em Natal, se ele deixou evidência no local do crime e ao ser confrontada com os perfis no banco apontar que é do mesmo DNA, ele responderá pelos 11 crimes, com uma prova técnica de relevância que poderá levar a condenação”, enfatizou Elias Lino.

 

Ademais, o DNA coletado em cenas de crimes de anos anteriores e em condições de custódia adequada poderá elucidar investigações policiais de casos que estão abertos há vários anos. O Laboratório do ITEP-RN também atua em convênio com o Tribunal de Justiça para exames de paternidade cível.

Suspeito de assaltos a carros-fortes morre em confronto com a polícia no RN; metralhadora, munições e explosivos são apreendidos

Suspeito de assaltos a carros-fortes morre em confronto com a polícia no RN; metralhadora, munições e explosivos são apreendidos

Policiais civis da Delegacia Especializada em Investigação e Combate ao Crime (Deicor) realizaram uma operação nesta quarta-feira (16) no Rio Grande do Norte contra um grupo suspeito de realizar cinco assaltos a carros-fortes no Nordeste neste ano - três deles no RN. Um suspeito morreu ao reagir durante a ação e outro foi preso - os dois eram primos.

Um grande material de armamento, que era usado neste tipo de crime, também foi apreendido com a dupla. Uma metralhadora ligeira, de modelo semelhante à "Bren", usada pelos ingleses na 2ª Guerra Mundial, estava com os suspeitos, além de mais de 100 munições para ponto 50, mais de 130 para ponto 30, 70 dinamites e 8 espoletas que acionavam explosivos. Dois carros e uma moto também foram apreendidos.

Os suspeitos foram surpreendidos nas próprias casas, após retornarem de uma ação no Maranhão. Os policiais civis foram até os imóveis em que cada um deles estava, um no bairro Monte Castelo e outro no bairro Vida Nova, ambos em Parnamirim. Os agentes também foram até um sítio em Serra Caiada, que não tinha ninguém, mas estava com chassis de veículos picotados.

"O grupo é composto por potiguares, maranhenses, piauienses e gente de do fora do país. Quando os bandidos do RN chegaram por aqui, nós, que já tínhamos um trabalho de investigação de alguns meses, com uma integração com outras forças de segurança como a Polícia Federal, conseguimos identificar as residências deles", explicou Erick Gomes, titular da Deicor.

Segundo as investigações da Polícia Civil, o suspeito que morreu após reagir a prisão nesta quarta era Frankelin Fernandes Pereira, de 37 anos, e ele atuava durante os assaltos aos carros-fortes. O bandido que acabou preso era responsável pelas transações financeiras. As investigações apontam que eles já haviam movimentado mais de R$ 2 milhões.

Dinamites, cartuchos, munições e metralhadora foram apreendidas pela Deicor — Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi

O responsável pelas operações com dinheiro usava nomes falsos, possuía empresas fictícias, pelas quais fazia a movimentação dos valores. Ele foi encontrado em casa com 3 RGs e 3 CNHs - apenas uma de cada era original.

""Ele tinha essa atribuição de distribuir valores em contas de terceiros indicadas pelos suspeitos que aqui atuam e fora do estado. Identificamos uma quantia de R$ 2 milhões movimentadas por esse grupo", disse Gomes.

De acordo como a Deicor, os suspeitos se preparavam para realizar mais um assalto a carro-forte, que aconteceria no município de Sousa, na Paraíba. Os dois homens, um de 37 anos e outro de 39, são suspeitos de terem realizado três assaltos a carros-fortes no RN, um na Paraíba e outro no Maranhão apenas neste ano.

"Segundo apuramos, estava combinada uma ação criminosa na Paraíba. Eles iam explodir mais uma vez um carro-forte de uma empresa que transporta valores. Seria na próxima semana. A gente se antecipou e essa ação foi frustrada", disse o titular da Deicor.

Fonte: G1/RN

município de Caicó compra veículos para o departamento de iluminação com recursos da Cosip


O Município de Caicó continua aplicando os recursos municipais para melhorias nas prestações de serviços para a população em geral. Nesta quarta-feira (16), o prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata) anunciou que a prefeitura vai receber a primeira Saveiro adaptada para a equipe de Iluminação Pública do Município. 

“Vamos adquirir três Saveiros, sendo uma para a zona rural. Em breve, o Município receberá um caminhão cesto, o que dará melhores condições para o trabalho do setor de iluminação para atender melhor a população”, afirmou o prefeito Batata. 

A referida Saveiro que será entregue nesta quinta-feira vai compor a nova frota do Município, sendo que em cada veículo será utilizada uma escada fixa em cima para fazer a reposição de lâmpadas. O detalhe é que os veículos estão sendo adquiridos com recursos provenientes da COSIP (Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública).

Em 04 dias, Mossoró registrou 07 homicídios, 03 tentativas e 01 sequestro ainda em andamento

Num período de quatro dias, de 11 a 15 de outubro, a cidade de Mossoró, que já era considerada uma das mais violentas do mundo, registrou 07 mortes violentas provocadas por armas de fogo, um sequestro, que ainda não foi resolvido, além de vários roubos, assaltos e informações de arrastões a residências.

Dia 11 de outubro: Rangel Régis Câmara, de 44 anos de idade residente na Rua do Coco, no Loteamento Alto das Brisas em Mossoró, foi surpreendido e morto a tiros, na BR 110 em Mossoró. Ele era entregador de água mineral e segundo informações, vinha no carro que utilizava para fazer suas entregas de água, com outro companheiro e quando parou no sinal no trevo de acesso para o conjunto Vingt Rosado, foi surpreendido e morto a tiros por um atirador que estava sozinho numa motocicleta.

Dia 12 - Natann de Medeiros Rique da Escóssia, de 23 anos de idade e seu irmão Nayann Medeiros Rique da Escóssia de 25 anos foram mortos no conjunto Abolição IV. Os matadores encapuzados e armados invadiram a residência da família, na Rua Luzia Saraiva de Souza e atiraram em Natann que morreu no local. Seu irmão Nayann correu, mas foi alcançado e morto cerca de 500 depois.

Dia 12 - Paulo Victor de Oliveira Silva de 26 anos de idade foi morto com tiros de escopeta quando chegava em casa na Rua Ricardo Guilherme de Lima no bairro Aeroporto. Segundo informações repassadas a policia ele teria sido rendido e colocado de joelhos por homens que chegaram numa caminhonete Ranger, antes de ser executado com tiros de escopeta, sendo um no ombro e outro que desfigurou completamente a cabeça.

Dia 13 - Antônio Amorim da Silva, de 49 anos de idade foi socorrido por uma Unidade do Samu apresentando ferimentos provocados por uma faca peixeira, numa estrada carroçável na região do Conjunto Odete Rosado, Depois que recebeu os primeiros atendimentos no local o mesmo precisou ser conduzido para o Hospital regional Tarcísio Maia.

Dia 13 - José Jean de Souza de 52 anos de idade foi vitima de tentativa de homicídio na Rua João Batista no Loteamento Três Vinténs. Segundo informações ele estava sentado em baixo de uma árvore, bebendo com outras pessoas, quando um elemento chegou de moto e começou a atirar em José Jean que foi atingido com cerca de quatro tiros. Depois de receber os primeiros atendimentos pela equipe do Samu no local, ele foi levado para o Hospital Tarcísio Maia.

Dia 15 – Alex Moura foi raptado de casa no conjunto Odete Rosado por volta das 02h20min da madrugada de segunda feira, dia 15 de outubro. Segundo registro do Câmera, os criminosos invadiram sua residência, fizeram um verdadeiro arrastão e fugiram levando o carro da família, um HB 20 de placas “1ª34” e o próprio Alex Moura. A família está desesperada com a falta de noticias.

Dia 15 - Mychael Douglas Silva Oliveira de 24 anos de idade, filho da dona do “Bar da Viúva” no localizado próximo ao Viaduto de acesso ao conjunto Santa Delmira, foi morto com mais de 10 tiros de pistola na calçada de uma residência, a poucos metros do estabelecimento da mãe. O Câmera recebeu informações, que ele estava no estabelecimento da família e quando percebeu a presença dos criminosos, tentou fugir para escapar, mas foi perseguido e morto a poucos metros do local.

Dia 15 - Francisco Ariel da Silva Bernardo de 18 anos de idade foi morto a tiros dentro e casa na Rua Antônio Filgueira no Dom Jaime Câmara em Mossoró. Segundo informações, ele estava sentado na calçada de sua residência com um amigo, quando quatro indivíduos em um carro escuro chegaram atirando. Ariel tentou escapar entrando em casa, mas não resistiu a gravidade provocada pelos tiros e morreu na hora.

Dia 15 - “Alisson” o companheiro que estava com Ariel na calçada na hora que ele foi morto, foi atingido com os tiros, mas conseguiu correr e escapou da morte. Ele foi socorrido por populares para a Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel.

Dia 15 - Carlos Freitas de Sales Júnior, de 18 anos de idade, morador da Rua Dom Helder Câmara no bairro Belo Horizonte saiu de casa com um amigo para matar um desafeto, mas foram recebidos a bala, segundo informações recebidas pela policia. O crime aconteceu por voltas das 07h da noite próximo a Autoescola Cedutram, na Rua Dom Helder Câmara, no bairro Belo Horizonte em Mossoró.

O Câmera / Plantão Caicó

Oferecimento : Colchões com conforto e qualidade, você vai encontrar na Sono Certo Colchões no Centro de Caicó.






STJ decidirá se ambulância do Samu precisa ter enfermeiro

Repetitivo decidirá se é obrigatória presença de enfermeiro em ambulâncias do Samu Rovena Rosa/Agência Brasil

Em sessão virtual, a 1ª Seção do STJ decidiu afetar um recurso especial para discutir se a falta desse profissional fere a Lei 7.498/1986, que regulamenta o exercício da enfermagem.

Segundo o relator do recurso afetado, ministro Og Fernandes, a questão já foi analisada diversas vezes, tendo recebido decisões diferentes dos tribunais regionais federais.

A controvérsia está cadastrada como Tema 1.024 no sistema de repetitivos do STJ. A questão submetida a julgamento é a seguinte:

"Definir se a composição da tripulação das Ambulâncias Tipo B e da Unidade de Suporte Básico de Vida Terrestre do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) sem a presença de profissional da enfermagem nega vigência ao que dispõem os artigos 11, 12, 13 e 15 da Lei 7.498/1986, que regulamenta o exercício da enfermagem."

Na decisão, foi determinada a suspensão do trâmite de todos os processos individuais ou coletivos, em todo o território nacional, que versem sobre a mesma questão jurídica, até o pronunciamento do STJ.

O recurso especial afetado questiona acórdão do TRF da 4ª Região que analisou a controvérsia em Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) e decidiu que os trabalhos da equipe de enfermagem são coordenados por profissional enfermeiro, não havendo obrigatoriedade de que este integre a tripulação do Samu nas ambulâncias em que não seja indicada a potencial necessidade de intervenção médica.

Og Fernandes destacou que, sem o pronunciamento do STJ, é possível que persista a divergência jurisprudencial atualmente existente nos Tribunais Regionais Federais sobre o tema — o que pode gerar insegurança jurídica e falta de isonomia na prestação da saúde aos cidadãos das diferentes regiões do país.

"Essa é a oportunidade, portanto, para que o STJ exerça sua função primordial de uniformizar a interpretação da lei federal no Brasil, evitando que prossigam as controvérsias sobre matéria de tão alto relevo e repercussão no cotidiano da população", explicou o ministro ao justificar a afetação do recurso. Com informações da assessoria de imprensa do STJ.