segunda-feira, 21 de outubro de 2019


Currais Novos poderá ganhar investimento de R$ 200 milhões

Foi dado hoje um novo e importante passo para o Rio Grande do Norte iniciar uma nova era no campo da mineração, mais precisamente, a exploração do ouro na cidade de Currais Novos, situada na região do Seridó. O Governo do Estado e a empresa Cascar Brasil Mineração assinaram na tarde desta segunda-feira (21), na sala de reuniões da governadoria, o protocolo de intenções para a implantação e desenvolvimento do Projeto Borborema. A governadora Fátima Bezerra e o presidente da companhia, Andrew Richards, são os principais signatários do documento que visa encaminhar uma série de ações necessárias para o início dos trabalhos, previsto para o segundo trimestre de 2020, como a questão fundiária, realocação de rodovia, concessão e licenciamento ambiental.

O protocolo contempla a inclusão da empresa no Programa de Estímulo à Indústria (Proedi), pelo qual será beneficiada inicialmente com desconto de 85% no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que poderá aumentar até para 95%, caso a companhia obedeça a alguns critérios relativos à geração de empregos e sustentabilidade. “O governo não tem medido esforços para aumentar o grau de competitividade do Rio Grande do Norte, como é o caso do Proedi. Aqui nós trabalhamos assim, emprego sim, incentivo sim. E queremos incentivar cada vez mais a interiorização da indústria”, afirmou Fátima.

Para a construção da plataforma de operação, a previsão é de que serão investidos R$ 200 milhões.

O prefeito de Currais Novos, Odon Júnior, e o vice, Anderson Alves, falaram do trabalho que têm feito para atrair indústrias para a cidade, incluindo benefícios fiscais, ora em estudo. “O Proedi tem um importante aliado para nós”, declarou Odon.


NASA detecta asteroide de tamanho mediano que passará próxima à terra no dia 25 de outubro

A Agência Especial Americana (NASA) detectou um novo asteroide, de tamanho mediano, que passará próxima à terra em 25 de outubro.

A informação foi compartilhada pela instituição no site oficial. Denominado como ‘2019 TQ2‘, o objeto especial tem um formato de espera, de acordo com informações da NASA.

Asteroide

O corpo celeste tem uma dimensão estimada entre 26 m e 58 metros. Ele faz parte de um aglomerado de asteroides que é monitorado pela instituição.

Apesar do alerta, a situação não representa perigo para o nosso planeta, já que as chances de impacto são mínimas. Ainda de acordo com a agência, a aproximação é algo comum.