terça-feira, 17 de dezembro de 2019


Pit bull que perdia briga na rinha virava churrasco para público


          Foto: Divulgação/Polícia Civil PR



A prisão de 41 pessoas em uma chácara na noite de sábado (14) em Mairiporã, na grande São Paulo, mostra que o Brasil está na rota internacional de apostas em rinhas de cachorros. O esquema era tão organizado, que os cães recebiam treinamentos de atletas, com seleção genética, treinos físicos e alimentação especial. Foram 19 cachorros pit bull resgatados na rinha sábado.

Segundo a Polícia Civil, os animais estavam muito machucados. Alguns estavam mortos. Churrasco com carne de cachorro perdedor era servido aos participantes da rinha e público em geral.

“Era uma cena de terror. Tinha cachorro morto, cachorro machucado, cachorro que era morto e era assado para eles comerem”, afirma Layola. O “churrasco” com carne dos cachorros era consumida pelo próprio público e organizadores. “Parecia um ritual macabro. A médica veterinária que nos acompanhou foi quem disse que a carne assada era de cachorro. A gente inicialmente não acreditou”, espanta-se o delegado.

Outra coisa que chamou a atenção dos policiais é que de tão machucado, um dos cachorros chegou a urinar sangue. Apesar dos ferimentos graves, nenhum dos cachorros precisou ser sacrificado.

A competição tinha o nome de Circuito Internacional 4 x 4. Havia premiação com troféu e dinheiro, apostas online e até separação de categorias entre machos e fêmeas. Na última edição da rinha em outubro, na República Dominicana, um cachorro paranaense venceu a disputa. “Temos informação de que queriam comprar este animal por R$ 50 mil, mas o criador não vendeu”, afirma o delegado. De acordo com delegado, um cachorro campeão poderia chegar a custar R$ 200 mil – o preço de um carro de luxo.

Foto: Divulgação/Polícia Civil PR

Tribuna PR


Após 30 anos, Faustão perde programa ao vivo na Globo em 2020

O apresentador Fausto Silva é um dos funcionários mais bem pagos da Rede Globo de Televisão. 

Isso porque o animador comanda a atração Domingão do Faustão, que domina as tardes de domingo da TV brasileira há muitos anos.

Faustão, como de costume, é líder de audiência, em um programa que é ao vivo desde sua estreia, há 30 anos. Entretanto, uma grande mudança foi anunciada para o ano de 2020, e pegou todo o público de surpresa.

A atração apresentada pelo milionário apresentador deixará de ser ao vivo. A decisão já foi anunciada e, a partir do ano que vem, Faustão gravará o programa para posteriormente ser exibido.

Vale ressaltar que Fausto era um dos poucos apresentadores que faziam um programa de auditório ao vivo. Silvio Santos, por exemplo, grava sua atração dominical com semanas de antecedência.

Recentemente, Faustão protagonizou em noticiários por ter reclamado constantemente de erros da produção. 

Ainda não foi comunicado o motivo da decisão, mas problemas como estes poderão ser evitados, uma vez que o programa será editado.

Faustão sempre apresentou este programa valorizando mais os quadros internos. Fato é que, mesmo evitando quadros externos, o programa ao vivo sempre tem um gasto maior do que os outros, porém a dinâmica é completamente diferente.

Em um programa gravado, por exemplo, Fausto não poderá mais parabenizar o campeão de uma competição de futebol e nem dar notícias quentes, como já fez algumas vezes, em casos emergenciais. 

O domingo na Globo continua com o programa, mas Faustão perde o ao vivo.

Fonte :1news / Plantão Caicó

Identifico vítima encontrado morto com marcas de tiro na zona oeste de Caicó


Foi identificado como Ricardo Lopes de Araújo, o homem encontrado morto no quintal de uma de uma residência por volta 21:40 desta segunda-feira (16), no Bairro Frei Damião na zona Oeste de Caicó.

A vítima residia na localidade conhecida por, "Baixa da cachorra" no Bairro João XXIII e de acordo com informações, o mesmo foi retirado a força de sua residência e levado para o local do crime por indivíduos desconhecidos.



Equipe técnica da SESAP visita obra da UPA e confirma parceria com o Município de Caicó para implantação da Policlínica


Nesta terça-feira (17), uma equipe da SESAP (Secretaria de Estado da Saúde Pública) esteve visitando a estrutura da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) ao lado de representantes das secretarias de Infraestrutura e Saúde de Caicó, no bairro Salviano Santos. A obra da UPA não havia sido concluída na gestão anterior e os serviços estavam paralisados há mais de dois anos, sendo que o prédio deveria estar concluído desde 2014.
O detalhe é que a UPA já passou por uma readequação para a instalação de uma Policlínica, inclusive sendo aprovada por unanimidade com a participação de 16 membros do Conselho Municipal de Saúde. 

A equipe técnica da SESAP supervisionou a obra e elogiou a grande estrutura da UPA, destacando que o governo do Estado será parceiro na questão da contrapartida para o funcionamento da futura Policlínica e nesta quarta-feira (18) haverá uma reunião com os técnicos da secretaria municipal de Saúde, onde serão discutidos os detalhes das demandas existentes para agilizar a entrega da obra para a população. 

Será feita uma pactuação entre Caicó e os 25 municípios que integram a IV região para a implantação da Policlínica e que também terá uma contrapartida do governo do Estado. O Município de Caicó vai providenciar a conclusão da parte física externa da UPA, onde será feita uma obra de drenagem e com a finalização desses ajustes finais, a Policlínica terá condições de iniciar as atividades para os atendimentos da população.

De acordo com o prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata), o funcionamento da Policlínica vai beneficiar toda a região Seridó, além de atender muitas demandas e impactar positivamente na saúde do seridoense.

PROMOÇÃO DE NATAL NA LK MULTIMARCAS

Promoção de Natal

Kit com 4 peças 
1 Bermuda
1 Camiseta Polo Vip
1 Boné Polo Vip
1 Necessarie Polo Vip

R$ 99,00 a vista 
Av. Renato Dantas 633 centro de Caicó. 
Contato 99927-8030

Município de Caicó decreta Ponto Facultativo nos dias 24 e 31 de dezembro

O Município de Caicó decretou Ponto Facultativo nos Órgãos da Administração Pública Municipal, na terça-feira, dia 24 de dezembro de 2019, véspera de feriado Nacional – Dia do Natal e no dia 31 do corrente ano, véspera de feriado Nacional – do Ano Novo. 

Os efeitos deste Decreto não se aplicam às atividades consideradas imprescindíveis à população como urgência e emergência em saúde pública e limpeza urbana pública.

Mulher de Asa Branca diz que locutor "pede para morrer": "O câncer já tomou tudo"


A esposa de Asa Branca, Sandra Maria dos Santos, concedeu uma entrevista exclusiva ao “A Tarde é Sua” nesta segunda-feira (16) e falou sobre o atual estado de saúde do locutor de rodeios, que está internado desde o último sábado (14).
“A infecção dele está muito forte tanto pulmonar, que é a pneumonia, quanto no local do câncer. Segundo os médicos, o câncer já tomou tudo, inclusive até a coluna cervical e a carótida dele está toda envolvida pelo câncer. Então, para os médicos, não tem mais o que fazer. Agora a gente só espera a vontade de Deus, que Deus faça o que for melhor”, disse Sandra.

Em seguida, a esposa de Asa Branca ainda contou que, do ponto de vista médico, o locutor tem apenas mais um mês de vida e revelou que “ele mesmo já pede pra morrer, porque não aguenta mais”: “Ele está pedindo toda hora: ‘Deus tira meu sofrimento, eu não aguento mais sofrer’”.

Sandra também disse que o evento de lançamento do livro sobre a vida de Asa Branca foi gratificante para o locutor, mas que, agora no hospital, ele tem momentos de lucidez e confusão.

Asa Branca foi internado no último sábado (14) no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Nos últimos meses, o locutor esteve diversas vezes no hospital por causa do tumor agressivo na garganta. Ele foi aos Estados Unidos em julho deste ano em busca de tratamento, mas acabou piorando e retornou para o Brasil.

Rede TV / Plantão Caicó





Polícia Federal realiza mega operação na Paraíba, Rio Grande do Norte e mais 3 Estados

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (17), a Operação Calvário – Juízo Final, para combater organização criminosa atuante em desvio de recursos públicos destinados aos serviços de saúde no Estado da Paraíba, por meio de fraudes em procedimentos licitatórios e em concurso público, corrupção e financiamento de campanhas de agentes políticos, bem como superfaturamento em equipamentos, serviços e medicamentos.


A operação, realizada em conjunto com o o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado GAECO/PB, Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União – CGU, apura desvio de recursos públicos na ordem de R$ 134,2 milhões, dos quais mais de R$ 120 milhões teriam sido destinados a agentes políticos e às campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018 na Paraíba. Cerca de 350 Policiais Federais, além de Procuradores da República e auditores da CGU dão cumprimento a 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva, nos estados da ParaíbaRio Grande do NorteRio de JaneiroGoiânia e Paraná.De acordo com as investigações, organizações socias, dentre outras, organizaram uma rede de prestadores de serviços terceirizados e de fornecedores, com a celebração de contratos com sobre-preço na gestão dos Hospitais de Trauma, de Mamanguape/PB e o Metropolitano em Santa Rita/PB. De modo a se blindar de fiscalização do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, a organização pagou reiteradamente vantagens indevidas, valendo-se de contratos de “advocacia preventiva” ou contratos de “advocacia por êxito”, de modo a ocultar ou dissimular a natureza, origem, disposição e movimentação dos valores.

Verificou-se ainda o uso eleitoral dos serviços de saúde, com direcionamento de atendimentos e fraude no concurso de pré-seleção de pessoal do Hospital Metropolitano no ano de 2018.

Após a constatação de que agente político, que ocupou cargo de alto escalão no executivo estadual, encontra-se fora do país, foi solicitada a inclusão do seu nome na difusão vermelha da Interpol.Os investigados irão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes poderão responder pelos crimes previstos de organização criminosa, fraude em licitação, corrupção passiva e ativa.

Primeiras Notícias