Ocupação de leitos públicos de UTI chega a 90% em Mossoró e 80% em Natal

06:53:00



Apesar do Rio Grande do Norte estar em 6º lugar no Nordeste no que diz respeito à letalidade e incidência do novo coronavírus, os leitos públicos gerais disponíveis de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nas regiões de saúde que concentram o maior número de casos no Estado preocupam as autoridades de saúde. Em Natal, onde está concentrada a maior quantidade de casos confirmados, os leitos gerais já apresentam 84,3% de ocupação. Já em Mossoró, outra cidade que concentra um grande número de casos e óbitos, 92,5% dos leitos gerais disponíveis para tratamento de Covid-19 estão ocupados.

De acordo com o mais recente Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), a rede assistencial pública encontra-se com 63,4% de ocupação, enquanto a rede privada apresenta uma taxa de 36,6%. Ao todo, 109 pacientes encontravam-se internados em leitos clínicos até a esta quinta-feira, 7; outros 60 em leitos de cuidados semi-intensivos; e outros 77 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva.

Conforme a Sesap/RN, até as 7h desta quinta-feira, dos 32 leitos gerais disponíveis em Natal, 27 estavam ocupados. A cidade dispõe, ainda, de leitos específicos de obstetrícia, ortopedia e pacientes cardiovasculares, esses com taxas de ocupação inferiores aos gerais. Na obstetrícia, de um total de cinco leitos, um está ocupado, enquanto os leitos cardiovasculares, que também são cinco, não possuíam pacientes. O mesmo acontece com os leitos destinados à ortopedia, que são sete no total, e também não possuem pacientes em tratamento.

@plantaocaico 


Leia Também...

0 comentários