'Vamos suavizar a queda' e eliminar gradativamente o auxílio emergencial, diz Paulo Guedes

08:17:00





O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que o governo vai “suavizar a queda” e eliminar gradativamente o auxílio emergencial de R$ 600. Até agora, está previsto o pagamento desse benefício por apenas três meses, sem interrupção gradual.

O ministro fez as declarações em reunião fechada com representantes do setor de serviços. O GLOBO obteve o áudio da reunião. “Vamos tornar mais robusto e focalizado nos programas sociais. Vamos agora jogar mais R$ 600 aí. Agora, quando acabar esse prazo, em vez de tirar de uma vez só, vamos fazer um phase out (eliminação em fases) . Não é que nós vamos prorrogar, porque não temos fôlego financeiro para fazer a gastança que está aí, mas vamos ter que suavizar a queda. Em vez de cair tudo de uma vez, nós vamos descer mais devagar um pouco pouco”, disse Guedes.

Essa é a primeira vez que o titular do Ministério da Economia fala em pagar o auxílio emergencial por mais tempo que os três meses até agora previstos.

O Globo - @plantaocaico 

Leia Também...

0 comentários