Em casamento 'drive in', convidados assistem cerimônia de dentro dos carros em Natal

06:20:00

O casamento planejado desde 2019 teria 150 convidados, mas por causa da pandemia do novo coronavírus, apenas 30 pessoas, entre familiares, padrinhos e profissionais envolvidos, entraram na igreja para cerimônia de troca de alianças da bióloga Jackeleyde Laila e do farmacêutico Sírio Mesquita, neste sábado (15), em Natal. Nem por isso, a festa não contou com a presença dos amigos. Os convidados acompanharam a cerimônia de dentro de seus carros, em uma proposta de evento "drive in".

O evento diferente aconteceu na Igreja de São Francisco, no conjunto Cidade Satélite, na Zona Sul da capital potiguar. "A gente não quis adiar a data, apesar da pandemia, e surgiu esta ideia. Ficamos felizes que os amigos tenham vindo e participado", contou o noivo.

Como a festa já vinha sendo preparada desde antes da pandemia, foi preciso fazer uma adaptação para se adequar à nova realidade. Desde o fim da tarde, convidados chegaram de carro à igreja. A diferença é que a maioria não saiu de dentro dos veículos.

Um telão foi montado do lado de fora para que os amigos e familiares pudessem acompanhar o casamento. Os preparativos também contaram com equipamentos de áudio e vídeo para transmissão da cerimônia pelas redes sociais.

No estacionamento da igreja, os carros também receberam balões para, após o "sim" dos noivos, participar de uma carreata e buzinaço e receber o "kit-jantar" para comer em casa, como se fosse a festa de casamento tradicional. "A gente conseguiu sentir as boas vibrações de todo mundo, mesmo à distância", afirmou a noiva, Jackeleyde Laila.

O casal namorou 4 anos e 7 meses. Foram 10 meses de noivado até a esperada data de casamento. Para a amiga dois noivos, Raylane Oliveira, o modelo da festa não tirou a beleza do momento, "porque a gente sabe que a união é verdadeira. Eles se amam", disse.

No estacionamento da igreja, os carros também receberam balões para, após o "sim" dos noivos, participar de uma carreata e buzinaço e receber o "kit-jantar" para comer em casa, como se fosse a festa de casamento tradicional.

"A gente conseguiu sentir as boas vibrações de todo mundo, mesmo.

@plantaocaico 

Leia Também...

0 comentários