Polícia Civil e Bombeiros atuam com cães farejadores nas buscas por menino de 8 anos desaparecido em Natal

14:59:00



Policiais civis do Núcleo de Investigação sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e militares do Corpo de Bombeiros da Paraíba deram início, na manhã desta quarta-feira (4), a uma operação de busca por pistas do menino José Carlos, 8 anos, que desapareceu há duas semanas, na Zona Norte da Capital Potiguar. As buscas começaram por volta das 5h e contam com a ajuda de quatro cães farejadores, entre eles, um atuante nas buscas das vítimas do caso Brumadinho. 

Segundo o major Edson Ferraz, do Corpo de Bombeiros da Paraíba, dois dos cães são especializados em busca de cadáveres e outros dois em odor específico. Ainda de acordo com ele, uma calça do menino foi apresentada aos cachorros, para que eles pudessem sentir o cheiro e rastrear o percurso realizado por José Carlos. O ponto de partida foi o local onde o menino foi visto pela última vez, pela mãe, antes de desaparecer. 

De acordo com as investigações, no dia em que desapareceu, a criança saiu de casa para levar um suco para os irmãos que estavam pedindo dinheiro em um semáforo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os cachorros indicaram um local por onde o menino tinha passado, o que serviu para os policiais civis coletarem imagens de câmeras de segurança. As diligências de busca foram promovidas em uma área de mata, os cães indicavam rastros e toda a área foi mapeada. A operação deve continuar nos próximos dias, sempre nos horários menos quentes, para garantir o conforto dos animais atuantes nas buscas. 

O delegado do Núcleo de Investigação sobre Desaparecidos na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Cláudio Henrique, pontuou que todas as possibilidades estão sendo checadas, para evitar que qualquer fato escape; além disso, ressaltou que a equipe continuará seguindo todas as pistas que chegarem até obterem uma resposta sobre o caso.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.
*@plantaocaico*

Leia Também...

0 comentários