segunda-feira, 6 de janeiro de 2020


Clubes se unem para criar Liga sem o Flamengo



Contrário ao atual modelo do futebol brasileiro e distribuição das cotas de TV, Carlos Augusto Montenegro afirmou que existe uma iniciativa para a criação de uma Liga. Em entrevista à Rádio Tupi, o ex-presidente e membro do comitê executivo de futebol do Botafogo revelou já contar com o apoio de Corinthians, Athletico-PR, Santos, Internacional e Atlético-MG.

Pessoalmente, Montenegro é a favor da CBF comandar apenas as questões que envolvem a Seleção Brasileira, em todas as categorias. E, segundo ele, as Cotas de TV são extremamente injustas:

"Hoje times como Botafogo, Fluminense e Vasco, recebem em torno de 70, 75, 80 milhões da televisão. O Flamengo recebe 400. Em cinco anos, o Flamengo recebe 2 bilhões e os outros recebem 1/4 disso. Não dá pra competir”, disse.

“Para ter um time pra competir com Flamengo e Palmeiras, temos a necessidade de virar empresa, pra conseguir zerar as dívidas, arrumar o clube, respeitar orçamento e parar de viver com as penhoras que atrapalham o clube”, completou.

Fonte: Fla Resenha

Jovem acusada de matar o marido em Caicó é colocada em liberdade



Maria Eduardo de 24 anos, que estava presa na Delegacia de Polícia Cívil de Caicó, após matar o seu próprio marido no último sábado no Bairro Boa Passagem, foi colocada em liberdade em menos de 24 horas após o crime.

A defesa da acusada disse que a mesma “matou o companheiro para não morrer”, inclusive a mesma foi agredida momento antes do crime.






Em novo ataque à imprensa, Bolsonaro diz que jornalistas são ‘raça em extinção’

Em mais um ataque à imprensa, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (6) que os jornalistas brasileiros são uma “raça em extinção” e acusou o jornal Folha de S.Paulo de escrever mentira.

Na entrada do Palácio do Alvorada, onde cumprimentou um grupo de eleitores, ele disse que cada vez menos pessoas confiam na imprensa e que a leitura diária de jornais envenena e desinforma.

“Quem não lê jornal não está informado. E quem lê está desinformado. Tem de mudar isso. Vocês são uma espécie em extinção. Eu acho que vou botar os jornalistas do Brasil vinculados ao Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente]. Vocês são uma raça em extinção”, afirmou.

O ataque do presidente foi feito ao criticar uma reportagem do UOL, que tem participação acionária minoritária e indireta da Folha de S.Paulo.

A reportagem lembra que, apesar de estimular os eleitores a não votarem em candidatos que utilizarem o fundo eleitoral, Bolsonaro usou recursos públicos em sua campanha a deputado federal em 2014.

O presidente disse que o texto o acusa de ter utilizado o fundo eleitoral. A reportagem refere-se ao repasse de verba pública ao PP, partido ao qual ele era filiado.

“O UOL falou: Bolsonaro falou para não votar em candidatos que usem o fundão, mas ele usou em 2014. O fundão é de 2017. É de uma imbecilidade. Não vou dizer todo mundo aqui, para não ser processado pela ANJ [Associação Nacional de Jornais] e não sei o quê, mas é de uma imbecilidade. Não sabe nem mentir mais”, disse.

Na sequência, o presidente criticou campanha publicitária da Folha de S.Paulo em defesa da imprensa. Segundo ele, apesar de o jornal saber a diferença entre a verdade e a mentira, ele desinforma. Bolsonaro, no entanto, não apresentou nenhum exemplo ou prova de sua acusação.

“Porque envenena a gente ler jornal. Chega envenenado. Hoje, a Folha fez um comunicado, apelando ali para assinar, que a Folha sabe exatamente do corte entre a mentira e a verdade. Verdade, sabe exatamente o corte, só que usa a mentira. Essa é a imprensa brasileira, que eu não quero isso para a imprensa”, disse.

O presidente ressaltou que, para este ano, cancelou as assinaturas impressas de jornais e revistas no Palácio do Planalto. Ele, no entanto, manteve as digitais e, após ser criticado, recuou da exclusão da Folha de S.Paulo de concorrência pública.

“É importante a informação, não a desinformação ou o fake news. Por exemplo, eu cancelei todos os jornais do Palácio do Planalto. Todos, todos, não recebo mais papel de jornal ou revista. Quem quiser que vai comprar”, disse.

Ao todo, eram assinados em formato impresso sete jornais e oito revistas. Por dia, eram entregues, em média, 25 exemplares. O custo anual das assinaturas impressas era de cerca de R$ 580 mil. Com a Folha de S.Paulo, entre janeiro e outubro, o Palácio do Planalto desembolsou R$ 27.659.

Por Gustavo Uribe, Folhapress


No interior do RN homem mata jovem de 21 anos e estrupa sua esposa


Um jovem de 21 anos foi morto na madrugada deste domingo (5), na comunidade Serra da Tapuia Município de sítio novo. Segundo a Polícia Militar, a vítima conhecido por Tiago Paulo , filho de deda de Sebastião estava em sua residência dormindo com sua esposa quando um individo conhecido por Pedro de bela, chegou chamando e ao abrir aporta o jovem foi atacado e atingido por um disparo de espingarda e vários golpes de faca desferido pelo o indivíduo. Após o jovem agonizar o criminoso estuprou a esposa do jovem na frente da vítima ainda vivo.

O jovem Tiago Paulo de Souza, era um menino calmo , não tinha envolvimento com coisas errada não tinha vícios , trabalhava com seu pai na agricultura, e morava com sua esposa Rita de Cassia numa casinha simples. Sítio Novo está chocado com o crime brutal.
Noticias do RN

Governo pretende pagar atrasados com recursos extras em 2020


A governadora Fátima Bezerra confirmou, em entrevista à Tribuna do Norte, que o Estado conta com fontes de recursos extras neste ano e que deve usar esses recursos pra quitar as folhas de pagamento do funcionalismo que estão em atraso.

“Neste ano de 2020, contaremos com nova rodada da Cessão Onerosa, com a receita dos royalties que não entrou em 2019, e com os recursos do Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF), que tramita no Congresso Nacional. São receitas extras que serão utilizadas para amortizar o que ainda temos de passivo junto aos servidores”, disse.

Essas fontes serão mais uma nova distribuição de cessão onerosa do pré-sal, a entrada dos recursos da antecipação dos royalties e o aval para uma operação de crédito a partir da adesão ao Plano de Equilíbrio Fiscal, o chamado Plano Mansueto, a ser instituído pelo governo federal.


Kit escolar entre outras novidades na Sial Kids

Sial Kids
Praça Dix-Sept Rosado, 42 – Centro – Caicó/RN
84 3421.3955 – 99996.3955
Por trás do Mercado Municipal de Caicó; entre o Bar de Zeca Barrão e a Drogaria Central
Instagram e Facebook @sialkids

Hospital Regional de Caicó tem aumento de demanda em mais de 50% em 2019

Dados da produção hospitalar do Hospital Regional do Seridó  de 2019  comparativo com 2018, revelam aumento de  mais 50% em números.

Atendimentos médicos na urgência
2019 - 70.310 
2018 - 54.089

Acolhimento com classificação de risco
2019 - 52.665
2018 - 00

Radiografias
2019 - 10.747
2018 - 8.504

Traumatologia
2019 - 3.615
2018 - 2.662

Exames laboratoriais
2019 - 111.683
2018 - 55.972

Internações
2019 - 4.375
2018 - 3.654

Cirurgias
2019 - 1.263
2018 - 809

Cirurgias de trauma
2019 - 837
2018 - 694

Assessoria de Mídias & Comunicação HRS