quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020


PRF recupera carga de cigarros instantes depois de ser roubada



A Polícia Rodoviária Federal recuperou, na manhã desta quinta-feira (27), no km 118 da BR 101, em São José de Mipibú/RN, aproximadamente 10.500 maços de cigarros, além de isqueiros e energéticos da marca Red Bull, que haviam sido roubados minutos antes em Macaíba/RN.
Por volta das 7 h, dois homens em uma Pick up Fiorino renderam o motorista de uma Van, que estava fazendo a entrega de cigarros, em uma convivência, na BR 304 em Macaíba. Os homens seguiram com o motorista até um canavial próximo à cidade de São José do Mipibu, quando retiraram a carga e liberaram o motorista e o veículo.
A empresa proprietária dos produtos fez contato com a PRF, que saiu em diligência e encontrou os cigarros em meio a um canavial. Acredita-se que os assaltantes liberaram o motorista temendo por algum rastreador no veículo, entretanto havia na carga roubada o que facilitou a localização. As mercadorias foram avaliadas em R$ 70.205,00.
A ocorrência foi encaminhada à Deprov em Natal/RN.

PRF191RN

Após chuvas, RN tem reservatórios até 95% cheios


O Governo do Estado do Rio Grande do Norte monitora, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), 47 reservatórios com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pela segurança hídrica estadual.

O Relatório de Situação Volumétrica dos Reservatórios do RN atualizado nesta quinta-feira (27) aponta que após as recentes chuvas alguns mananciais receberam acréscimo no seu aporte de água. O mais expressivo foi observado na cidade de Encanto, o açude de mesmo nome, passou de 73,60% da sua capacidade para 95,59%, faltando 20 centímetros para verter.

Outros açudes que receberam bons volumes de água foram: Tourão, localizado em Patu, que passou de 18% da sua capacidade para 22,15%; Mendubim, localizado em Assu, que passou dos 71,93% para 73,49%; e Morcego, localizado em Campo Grande, que passou dos 29,21% de sua capacidade para 31,06%.

Maior reservatório do Estado, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, atualmente acumula 534.605.124 m³, correspondentes a 22,53% do seu volume total. Em relação ao último relatório divulgado no dia 18 de fevereiro, o manancial também apresentou um acréscimo de volume de 13.516.359 m³, passando dos 21,96% de sua capacidade para os atuais 22,53%.

Segundo maior reservatório do Estado, a Barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 599.712.000 m³, acumula atualmente 108.329.758 m³, o que corresponde a 18,06% do seu volume total. No último relatório o manancial estava com 108.467.001 m³, o que correspondia a 18,09% do seu volume total.

O açude Umari, localizado em Upanema, com capacidade para 292.813.650 m³, atualmente acumula 80.248.211 m³, percentualmente, 27,41% da sua capacidade total. Na última semana estava com 81.973.503 m³, percentualmente, 28% da sua capacidade total.

As reservas hídricas superficiais totais do Estado atualmente são 955.839.502 m³, percentualmente, 21,84% da capacidade total de acumulo das bacias potiguares, que é de 4.376.444.842 m³. Em relação ao relatório anterior, no dia 18 de fevereiro, as reservas superficiais totais eram 942.298.261 m³, percentualmente, 21,53% da capacidade total.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, 12 permanecem com menos de 10% das suas capacidades, considerados em nível de alerta, percentualmente, 25% dos mananciais monitorados. Já os secos são 7, o correspondente a 14,89% dos reservatórios. Em relação ao último relatório os números permanecem inalterados.

Os reservatórios com níveis inferiores a 10% são: Bonito II, localizado em São Miguel; Jesus, Maria, José, em Tenente Ananias; Lucrécia, localizado no município de Lucrécia; Malhada Vermelha, em Severiano Melo; Zangalheiras, em Jardim do Seridó; Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari; Passagem das Traíras, em São José do Seridó; Esguicho, em Ouro Branco; Cruzeta, localizado na cidade de Cruzeta; Dourado, em Currais Novos; Santa Cruz do Trairi, em Santa Cruz e Flechas, localizado em José da Penha.

Já os secos são: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Pau dos Ferros, localizado em Pau dos Ferros; Pilões, localizado no município de Pilões; Inharé, em Santa Cruz; Trairi, em Tangará, Japi II, em São José do Campestre e Itans, localizado em Caicó.


Sobe para cinco os casos suspeitos de coronavírus no RN


A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), informou na manhã desta quinta-feira (27), que o Rio Grande do Norte tem cinco casos suspeitos de coronavírus – seguindo o protocolo do Ministério da Saúde. Os atendimentos médicos foram realizados, assim como a coleta para exames. Os pacientes seguem em isolamento domiciliar, enquanto aguardam a confirmação ou descarte de caso para COVID-19, e possuem histórico de viagem à Itália.

Dos três casos em investigação mencionados na nota emitida na tarde dessa quarta-feira (26), apenas um segue ainda em investigação para definição, enquanto que os outros dois foram classificados como casos suspeitos para COVID-19 (novo Coronavírus). Além desses, foram notificados mais três casos, os quais já foram classificados como casos suspeitos.

Confira a nota informativa emitida pela Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde:

Rio Grande do Norte apresenta cinco casos suspeitos de COVID-19 e um caso em investigação para definição

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP-RN) informa que na manhã desta quinta-feira, por volta das 11 horas, realizou a definição dos casos notificados em conjunto com o Ministério da Saúde. Todos os casos foram notificados na quarta-feira (26/02).

Dos três casos em investigação mencionados na nota emitida na tarde de ontem (26), apenas um segue ainda em investigação para definição, enquanto que os outros dois foram classificados como casos suspeitos para COVID-19 (novo Coronavírus). Além desses, foram notificados mais três casos, os quais já foram classificados como casos suspeitos. Informamos que todos casos suspeitos no Rio Grande do Norte possuem histórico de viagem à Itália.

Os atendimentos médicos foram realizados, assim como a coleta para exames. Os pacientes seguem em isolamento domiciliar, enquanto aguardam a confirmação ou descarte de caso para COVID-19. Concomitantemente ao acolhimento dos pacientes, a SESAP-RN juntamente com as equipes de Vigilância Epidemiológica Municipais, já deu início às primeiras medidas de investigação e monitoramento, conforme estabelecido previamente no Fluxo e Plano de Contingência Estadual para COVID-19, diante de caso suspeito.

Reforçamos que pessoas que apresentem sinais e sintomas característicos e que possuem histórico de viagem recente a um dos dezesseis países (China; Japão; Irã; Vietnã; Camboja; Tailândia; Coreia do Sul; Coreia do Norte; Singapura; Alemanha; Austrália; Emirados Árabes; Filipinas; França; Itália e Malásia), ou contato com caso suspeito ou confirmado por COVID-19, devem procurar atendimento nos serviços de saúde mais próximos de sua residência. É necessário que sejam adotadas as medidas de precaução e principalmente que diante da apresentação de sinais e sintomas que sejam evitados locais públicas.

Ressaltamos que o Plano de Contingência do Estado do Rio Grande do Norte para o novo Coronavírus foi elaborado desde o início de Fevereiro e foi amplamente divulgado entre profissionais de saúde da rede pública e privada de todo o estado.


RN tem três casos suspeitos de coronavírus


Resultado de imagem para hospital giselda trigueiro


A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte informou nesta quarta-feira (26) que está investigando três possíveis casos de coronavírus no estado.
“Para ser caso suspeito, esse deverá atender aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde para notificação”.
Ainda de acordo com a Sesap, exames foram realizados nos pacientes para confirmar as suspeitas. Após os resultados desses procedimentos médicos, a pasta convocará uma entrevista coletiva para divulgar mais informações.
Segundo o Ministério da Saúde, outros 20 casos suspeitos de infecção pelo coronavírus são monitorados em sete estados do país (PB, PE, ES, MG, RJ, SP e SC)).

Rosalie Arruda / Plantão Caicó