Circo mexicano inicia turnê no Brasil e deve passar por Caicó

Imagem do Circo Hermanos Suarez no México.


Fundado em 1872, o Circo Hermanos Suarez iniciou sua trajetória com apresentações em praças públicas de Guadalajara, no México, sob o comando de Miguel Suarez, tataravô do atual proprietário, Ivan Suarez. Atualmente, com mais de um século de existência, é um dos circos mais tradicionais das Américas.

O circo chegou ao Brasil no início do ano através de um navio com 22 contêineres. Ao todo, via um porto no Ceará. são 60 artistas no espetáculo. Além de bailarinos, acrobatas e ciclistas, também estão presentes mais de 150 profissionais.

O Circo Hermanos Suarez já passou por Caribe, Estados Unidos, América Central e América do Sul. É a primeira vez no Brasil. E o início da turnê por Fortaleza e atualmente encontra-se em Mossoró.

Existe uma possibilidade dos próximos dias o Circo passar uma curta temporada de 4 dias no Município de Caicó.




Polícia Civil apreende arma e munições de fuzil no Paço da Pátria

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Natal, com apoio da Delegacia Especializada de Capturas (DECAP), apreenderam, na manhã desta segunda-feira (09), uma espingarda calibre 12, 12 munições .40, 66 munições de fuzil calibre 7.62, seis munições de calibre 12, além de dois carregadores, ambos de pistolas calibres .40 e .380. 

As diligências, empreendidas após o recebimento de denúncias anônimas, foram realizadas na comunidade Paço da Pátria, na Zona Leste de Natal. Ainda no local, foram encontrados diversos pinos plásticos utilizados, comumente, para o armazenamento de drogas. Os responsáveis pelo material não foram encontrados. 


Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN.

Detenta que comoveu Drauzio Vallera, foi condenada por estrupar e matar criança

A transexual Susy de Oliveira, que comoveu o país após revelar que não recebia visitas há oito anos durante uma reportagem de Drauzio Varella no Fantástico (TV Globo), foi condenada por estuprar e estrangular uma criança em 2010. Presa na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, interior de São Paulo, Susy teve documentos divulgados por um grupo de advogados. O material revela que o crime foi cometido em maio de 2010, no bairro de União de Vila Nova, na capital paulista. De acordo com os autos de um pedido de revisão criminal feito pela defesa à Justiça, após abusar da vítima, um menino de 9 anos, "com a finalidade de assegurar a impunidade pelo crime anterior, o peticionário matou o ofendido mediante meio cruel, consistente em asfixia, e se valendo de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, haja vista tratar-se de criança, com mínima capacidade de resistência". Antes da divulgação dessas informações, Susy havia recebido 234 cartas, 16 livros, duas bíblias, maquiagens, chocolate, envelopes e canetas. A Secretaria da Administração Penitenciária confirmou que a reeducanda Susy cumpre pena por homicídio triplamente qualificado e estupro de vulnerável (menor de 14 anos). . 

Foto: Reprodução / TV Globo - @plantaocaico

Avião é interceptado pela FAB em Mato Grosso, faz pouso forçado e é destruído pelo fogo



A Força Aérea Brasileira interceptou, esta manhã, um avião de pequeno porte em voo irregular no Mato Grosso que foi obrigado a pousar, a cerca de 180 quilômetros ao Sul de Cuiabá, na região do Pantanal. A aeronave, cujo prefixo ainda não foi informado, acabou sendo destruída pelo fogo, que teria sido ateado pelos criminosos. Eles fugiram pela mata. Ao que tudo indica, o monomotor estava sendo usado para transporte de drogas. A polícia conseguiu identificar vestígios de produto análogo à cocaína.

A Polícia Federal assumiu as ações juntamente com a PM através do Ciopaer que atuou com helicóptero na operação. Ainda não foi confirmado quantas pessoas estavam no monomotor e para onde iriam. O pouso foi em uma área de pastagem.

A FAB informou que a ação, planejada previamente com a Polícia Federal, teve início ainda neste sábado de madrugada e envolveu aeronaves E-99 (Radar) e A-29 Super Tucano da FAB, além de todo o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro. A aeronave suspeita foi classificada como tráfego aéreo desconhecido, acompanhada pelo E-99 da FAB e, em seguida, pelo caça A-29, tudo sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais.

“É importante ressaltarmos a prontidão da FAB. Cumprimos todos os procedimentos da Defesa Aérea e tudo transcorreu perfeitamente”, disse, em nota, o comandante de Operações Aeroespaciais, tenente-Brigadeiro do Ar José Magno Resende de Araujo.

A ação faz parte da Operação Ostium para coibir ilícitos transfronteiriços, na qual atuam, em conjunto, a FAB e Órgãos de segurança pública.

Conforme Só Notícias já informou, no último domingo, em Juscimeira ( 157 km ao Sul de Cuiabá), a FAB interceptou outro avião que fez pouso forçado, descarregou cerca de 500 kg de entorpecentes e o piloto seguiu até Nova Mutum, onde acabou sendo preso e a aeronave apreendida.


Polícia Rodoviária Federal apreende três ônibus em Caicó

Na manhã desta segunda-feira (09), Patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal apreenderam na BR-427 no Bairro Itans, três ônibus escolares dos Municípios de Ipueira, Várzea e Ouro Branco.

Os veículos encontra-se com irregularidades e foram rebocados para o pátio da PRF que fica na saída para Serra Negra do Norte.

Brasil tem 25 casos confirmados de Covid-19 (coronavírus)


O Brasil confirmou mais 6 casos de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, nas últimas 24 horas. Agora, já são 25 infecções confirmadas no país, de acordo com os números atualizados às 17h30 deste domingo (8.mar.2020) pelo Ministério da Saúde.

Os novos casos foram confirmados em São Paulo (3), no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e em Alagoas –os 2 últimos até então não tinham casos. Também já possuem pacientes com Covid-19 os Estados da Bahia e do Espírito Santo.

O número de casos suspeitos no país foi a 663. Era de 674 até o último balanço, divulgado às 18h35 de sábado (7.mar.2020). Apenas os Estados do Acre, Amapá, Maranhão, Roraima e Tocantins não têm casos sob análise.

No Distrito Federal, uma mulher de 52 anos que estava internada em estado grave no HRAN (Hospital Regional da Asa Norte) teve leve melhora, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Saúde.

Imposto de Renda: Receita libera nesta hoje (09) consulta a lote de restituição

A partir das 9h da próxima segunda-feira (9), estará disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), contemplando as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2019.

O crédito bancário para 72.546 contribuintes será realizado no dia 16 próximo, somando R$ 240 milhões. Desse total, R$ 104,186 milhões são para contribuintes com prioridade no recebimento: 1.848 idosos acima de 80 anos, 11.528 entre 60 e 79 anos, 1.621 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 5.667 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, pode-se avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Tablets smartphones

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets smartphones, o que facilita consulta às declarações do Imposto de Renda e a situação no Cadastro de Pessoas  Físicas - CPF.

Com ele é possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do Imposto de Renda e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento, por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá procurar qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Agência Brasil 


MP investiga se Ronaldinho Gaúcho cometeu outros crimes no Paraguai

Juiz decide que Ronaldinho deve permanecer na prisão paraguaia

O ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário, Roberto de Assis Moreira, passaram a segunda noite presos em uma cela especial da Agrupação Especializada da Polícia Nacional, em Assunção, Paraguai. O Ministério Público do Paraguai pede ampliação das investigações para saber se o ex-jogador teria cometido outros crimes como lavagem de dinheiro.

Ronaldinho e Assis estão presos em caráter preventivo, a pedido do Ministério Público paraguaio, que temia que os dois deixassem o país antes das autoridades esclareceram porque os dois ingressaram no Paraguai usando documentos paraguaios com dados falsos. Caso não seja revertida, a prisão preventiva pode durar até seis meses.

O ex-atleta e seu irmão chegaram ao Paraguai na manhã da última quarta-feira (4). Embora cidadãos brasileiros possam ingressar no país vizinho apenas apresentando o documento de identidade brasileiro, Ronaldinho e Assis entregaram aos agentes da imigração um passaporte paraguaio preenchido com seus dados pessoais, como se fossem cidadãos naturalizados paraguaios.

Apesar de estranharem o fato, os agentes autorizaram o ingresso da dupla. Horas mais tarde, os dois foram alvos de uma operação que levou promotores do Ministério Público e policiais a vasculharem os quartos do resort em que Ronaldinho e Assis estavam hospedados e apreenderem os passaportes e as cédulas de identidade paraguaias que os dois portavam.

Segundo o promotor Federico Delfino, do MP paraguaio, Ronaldinho e Assis disseram ter viajado a convite do dono do cassino Il Palazzo, o brasileiro Nelson Belotti, e que, já no país, foram procurados por representantes de uma fundação de assistência, a Fraternidade Angelical, para participar de eventos beneficentes. Ainda de acordo com o promotor, os documentos são autênticos, mas foram preenchidos com informações falsas.

Na quinta-feira (5), promotores da Unidade Especializada em Crime Organizado, do MP paraguaio, propuseram que o ex-jogador de futebol e seu empresário fossem liberados por colaborarem com as investigações. Com base nisto, Ronaldinho e Assis prestaram novos depoimentos na sexta-feira (6) à tarde, já preparados a deixar o país. Mas após cerca de seis horas de audiência, o juiz Mirko Valinotti indeferiu o argumento do MP, estabelecendo um prazo de dez dias para que os promotores responsáveis pelo caso reavaliassem a situação.

O MP, então, voltou atrás em sua manifestação. Um novo promotor, Osmar Legal, da Unidade Especializada em Delitos Econômicos, foi designado para o caso, sugerindo que as autoridades locais investigam também a hipótese de lavagem de dinheiro. Ainda na sexta-feira, o MP recomendou que Ronaldinho e Assis fossem presos em caráter preventivo.

Detidos, os dois brasileiros foram conduzidos para a cela especial da Polícia Nacional, onde passaram a noite de sexta para sábado, quando se apresentaram perante a juíza Penal de Garantias, Clara Ruiz Díaz, que manteve a prisão preventiva por considerar graves os fatos investigados. Segundo o MP, a defesa de Ronaldinho e de Assis ainda tentaram converter a medida em prisão domiciliar, mas o pedido foi negado. “Os advogados pediram a prisão domiciliar, mas [Ronaldinho e seu irmão] não tem endereço fixo [no Paraguai]”, comentou o promotor.

Além de Ronaldinho e de Assis, também estão presos por suposto envolvimento no caso o empresário brasileiro Wilmondes Sousa Lira, apontado como representante legal do ex-jogador no Paraguai, e as paraguaias María Isabel Gayoso e Esperanza Apolonia Caballero. O MP pediu também determinou a prisão da empresária Dalia López Troche.

De acordo com informações divulgadas pelo MP paraguaio, Ronaldinho e seu irmão afirmam que após viajarem à convite de Belotti, receberam o convite de Dalia participar de eventos beneficentes. O ex-jogador e seu irmão também afirmam ter recebido os documentos falsificados do empresário Wilmondes Sousa Lira – que, por sua vez, responsabiliza a Dalia.

Já María Isabel e Esperanza Apolonia são investigadas porque, segundo a Polícia Nacional, os documentos encontrados com os brasileiros foram emitidos para as duas, que os solicitaram em janeiro deste ano.

Agência Brasil