sábado, 12 de setembro de 2020


RN contabiliza 64.953 casos de coronavírus, e registra 2.312 mortes; 03 óbitos nas últimas 24 horas



A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (12). Os casos confirmados somam 64.953.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.312 no total, sendo 03 ocorridos de fato nas últimas 24 horas e um após confirmação de exames laboratoriais de dias anteriores. Outros 270 óbitos estão em investigação.

Os casos suspeitos são 29.164 e descartados somam 124.286. Recuperados somam 39.208.

@plantaocaico 


PM autor de feminicídio comete suicídio no Sertão da Paraíba




Na tarde desta sexta-feira (11), o PM Jonatha Diniz, autor do feminicídio em Santa Cruz da Baixa Verde, cometeu suicídio. O PM foi encontrado morto na Zona Rural de Princesa Isabel, Sertão Paraibano.

O Feminicídio ocorreu no início da tarde desta quinta-feira (10), na Rua Manoel da Cruz, na Encruzilhada, no dia do aniversário da vítima, Karen.

O acusado pelo crime foi o seu ex-companheiro, Jonatha Diniz, era Policial lotado no Batalhão de Arcoverde. Eles residiam juntos, mas estariam separados, devido à quantidade de briga entre eles, por ciúmes.

O PM informou em grupos de whatsapp que iria se entregar, porém não tinha se apresentado e se estava foragido. E na tarde desta sexta-feira, o Portal Nayn Neto recebeu informações que a PMPB já estava no local, com o corpo. Lugar conhecido por Macambira, próximo ao Distrito de Lagoa de São João.

Mais São Bento - @plantaocaico 


STF vai decidir se pais podem optar por não vacinar filhos


O STF vai decidir, com repercussão geral, se pais podem optar por não vacinar seus filhos menores de idade por questões filosóficas, religiosas, morais e existenciais.

O julgamento ainda não tem data prevista, mas seu resultado irá valer para todos os casos semelhantes nas instâncias inferiores.

O caso que será julgado é referente a uma ação civil pública ajuizada pelo MP-SP contra os pais de uma criança, atualmente com cinco anos, a fim de obrigá-los a regularizar a vacinação do seu filho.

Os pais alegaram ter deixado de cumprir o calendário de vacinação por serem adeptos da filosofia vegana e contrários a intervenções médicas “invasivas”.

O ANTAGONISTA - @plantaocaico