sexta-feira, 25 de setembro de 2020


Confirmado 23 novos casos de Covid-19 e 44 pessoas recuperadas nesta sexta-feira (25), em Caicó


Nesta sexta-feira (25), a  Secretaria Municipal de Saúde vem por meio desta divulgar o registro de VINTE E TRÊS novos casos de COVID-19 no município, sendo TODOS comunitários. Comunicamos também a recuperação de QUARENTA E QUATRO pessoas na comunidade.

Com relação aos casos de hoje são, 10 homens e 13 mulheres. Destes 02 são crianças. Os casos residem:
04- Centro;
03 -Walfredo Gurgel;
01- João Paulo II;
05-Boa Passagem;
01- Maynard;
01- Sabugi;
01- Castelo Branco;
01-Paraiba;
01- Nova Descoberta;
01- Recreio;
01- Canutos e Filhos;
01- Vila do Príncipe;
02- Zona Rural

Destes 11 foram confirmados por TR e 12 por RT-PCR.

Comunicamos o TRIGÉSIMO SÉTIMO ÓBITO do município de Caicó ocorrido hoje, dia 25 de setembro de 2020, no Hospital Regional do Seridó. Trata-se de um homem de 75 anos com comorbidades, residente no bairro Canutos e Filhos.

@plantaocaico 

Reunião na cbf, sobre volta da torcida termina em confusão




Uma reunião por videoconferência, marcada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com representantes dos 20 clubes da Série A e que tinha como pauta a discussão sobre o possível retorno de público nos jogos da competição, terminou em discussão, xingamentos e sem nenhuma definição sobre o assunto. Os protagonistas dos momentos de maior tensão do encontro foram Rogério Caboclo, presidente da entidade, e Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

A reunião começou por volta das 17h e, logo no início, Caboclo propôs aos presentes a volta do público aos estádios. O presidente da CBF afirmou ainda que para que os torcedores retornassem às partidas a entidade teria de conversar com as prefeituras, mas que antes gostaria de ouvir a posição das equipes.

A maior parte dos representantes dos clubes optou pela isonomia – só seria liberada a presença da torcida se fosse para todas as equipes. Foi nesse ponto que surgiu o primeiro conflito. O Flamengo e a Ferj defenderam que o público deveria ser liberado nas cidades que concordassem com a decisão.

Palmeiras e Corinthians, entre outros, foram taxativos e não aceitaram. Nisso, Caboclo decidiu colocar em votação uma proposta para uma volta conjunta, sem data definida. Rubens Lopes pediu a palavra e lembrou que o pleito não poderia ser realizado, pois não se tratava de uma reunião arbitral, e sim de um simples encontro.

Caboclo ficou irritado com a interrupção. Com a voz elevada, passou a falar que era ele quem presidia a entidade e não outra pessoa. Lopes respondeu e, com ironia, perguntou se o presidente da CBF havia se esquecido de tomar o “Gardenal” (remédio controlado usado para tratar e prevenir convulsões e episódios de epilepsia).

Diante da incredulidade dos presentes, Walter Feldman, secretário da entidade, interveio e a reunião foi encerrada.

No encontro, ainda houve uma rusga entre Mário Celso Petraglia, presidente do Athletico-PR, Caboclo e Lopes. Caboclo ainda queria debater assuntos relacionados ao novo coronavírus, mas não houve nenhuma discussão sobre o assunto.

G1 - @plantaocaico 

Homem de 26 anos reage a assalto e é baleado na cabeça em Natal


Um homem de 26 anos reagiu a um assalto na manhã desta sexta-feira (25), no Vale Dourado, Zona Norte de Natal e foi baleado na cabeça. O rapaz levou dois tiros e foi socorrido ao Hospital Walfredo Gurgel. Os criminosos fugiram.

Dois homens entraram na farmácia, onde o rapaz estava, e anunciaram o assalto. Eles roubaram celulares dos clientes e dinheiro do caixa. Na saída, eles pegaram a chave do carro do rapaz para fugir, mas o carro não funcionou.

Um dos assaltantes voltou à farmácia e começou a discutir com o dono do carro. Foi quando ele reagiu e entrou em luta corporal com o criminoso. O bandido atirou e o homem foi atingido na cabeça. Os criminosos fugiram em outro carro.

@plantaocaico 

Celso de Mello antecipa aposentadoria para 13 de outubro


FOTO: (Carlos Moura/SCO/STF)


Conforme O Antagonista noticiou em primeira mão no último dia 17, o ministro Celso de Mello vai adiantar sua aposentadoria. Ele acaba de entregar à Presidência do STF um pedido para deixar a corte em 13 de outubro, duas semanas antes de completar 75 anos e ter de aposentar pela compulsória.

Celso acaba de voltar de uma licença médica e já passa por problemas de saúde há alguns anos. Recentemente, colocou uma prótese no quadril e vinha tratando de um problema na cabeça do fêmur.

A aposentadoria por invalidez é isenta de Imposto de Renda.

O Antagonista


Polícia deflagra Operação “Fantoche II” na manhã desta sexta-festa (25), em Caicó


Policiais civis da Delegacia Municipal de Caicó deflagram, nesta sexta-feira (25), a 2ª fase da Operação “Fantoche”; a 1ª fase da operação aconteceu em maio deste ano. Ao longo das diligências, foram cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão. A operação resultou na prisão em flagrante de uma mulher, pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos bairros: Walfredo Gurgel e Nova Caicó. Em uma residência no bairro Walfredo Gurgel, foram apreendidas quase mil porções de entorpecentes, sendo: 152 pedras de “crack”, 770 porções de maconha e uma porção de cocaína; além de seis tabletes de maconha, motivo pelo qual Janiele Karine Fernandes foi presa em flagrante, pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas. 

Ainda na residência dela, foram encontrados diversos objetos relacionados à prática do crime de tráfico de drogas: duas balanças de precisão e uma balança de escala eletrônica - portátil e R$ 2.239,00 (dois mil duzentos e trinta e nove reais) em dinheiro fracionado. Ainda durante a operação, foram apreendidos cinco aparelhos celulares. 

Em outra casa, também no bairro Walfredo Gurgel, foram apreendidas 31 pedras de “crack” e seis porções de maconha; mas, ninguém foi preso. Além disso, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), decorrente do uso de droga, em desfavor de um homem, que portava uma porção de maconha.

Ao longo da operação, foram cumpridos, já no sistema penitenciário, os seguintes mandados de prisão, em desfavor de: José Antônio Freire da Silva, mais conhecido como “Zé da Brahma”, que já havia sido preso em maio; Pablo Araújo da Silva Andrade, mais conhecido como “Papel”; Jefferson Alves Nunes, mais conhecido como “Pompom”; e Cláudio José da Silva, mais conhecido como “Fazendeiro”, mandado para regressão de regime.

Ao todo, a operação contou com a participação de, aproximadamente, 50 policiais, lotados na Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró, nas Delegacias Municipais de: Caicó, Parelhas, Currais Novos, Florânia, Santana do Matos e Jardim do Seridó, além de equipes da 3ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Caicó, e apoio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI), da Diretoria de Inteligência (DINT) e do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSJP).

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

@plantaocaico 

Bolsonaro libera R$ 2,5 bi para aderir ao consórcio de vacinas da OMS


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou duas medidas provisórias que colocam o Brasil como parte da Covax, aliança global da Organização Mundial da Saúde (OMS) para vacinas contra a Covid-19, com a liberação de R$ 2,5 bilhões.

As medidas provisórias foram publicadas em edição extra do Diário Oficial da União nesta quinta-feira (24).

A primeira MP é, segundo a Secretaria-Geral da Presidência, "a adesão ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid-19 (Covax Facility)".

O texto da medida provisória está um passo atrás, autorizando a adesão. A MP 1003/2020 estabelece que o Brasil não será obrigado a comprar alguma vacina que seja aprovada e que, caso queira, poderá fazer isso sem a necessidade de licitação.

Apesar da dispensa da licitação, a medida coloca que seguirá sendo necessário um processo administrativo com justificativa para a escolha de compra e o preço pago e as condições sanitárias da vacina escolhida.

A outra MP, a 1004/2020, prevê a liberação de R$ 2,5 bilhões para que o Brasil possa integrar a Covax. Como parte da aliança, o país terá acesso às vacinas aprovadas nas nações que fazem parte dessa iniciativa.

O comunicado do governo diz que a participação na Covax permitirá que o país possa comprar vacinas para imunizar 10% da população até o final de 2021, "o que permite atender populações consideradas prioritárias". 

"A adesão permitirá o acesso ao portfólio de nove vacinas em desenvolvimento, além de outras em análise. Com a diversificação de possíveis fornecedores, aumentam as chances de acesso da população brasileira à vacina no menor tempo possível", diz a nota divulgada.

Antes da decisão anunciada hoje, o Brasil enviou três pedidos para que tivesse mais tempo para avaliar se deveria ou não entrar para a Covax. Havia a expectativa de que o valor a ser liberado fosse o dobro anunciado hoje, na faixa dos R$ 5 bilhões.

De acordo com a Secretaria-Geral, a participação na Covax não impede que o país realize acordos bilaterais com empresas produtoras de vacinas da Covid-19.

O país já tem um acerto encaminhado com a vacina produzida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, que está sendo testada em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Nesta semana, o Ministério da Saúde liberou R$ 80 milhões para o Instituto Butantan, órgão do Governo de São Paulo que testa a vacina Coronavac, da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech.

Fonte: CNN Brasil


PT é o partido com mais filiados ocupando cargos no governo Bolsonaro


O PT é o partido com mais filiados ocupando cargos de livre escolha no governo. Ao fim de 2019, eram 587 petistas nessas posições. O partido dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff está à frente do MDB (421), do PSDB (293) e do DEM (198).

Os números brutos foram obtidos pela Fiquem Sabendo, agência de dados independente especializada em requerer informações por meio da LAI (Lei de Acesso à Informação).

O PT passou a liderar o ranking em 2003, no 1º mandato de Lula na Presidência, e chegou a 1.568 cargos em 2014, durante a administração de Dilma. O número de postos no governo ocupados por filiados ao PT enfrenta queda vertiginosa desde que Michel Temer se tornou presidente, em 2016.

Muitos desses cargos de livre escolha são ocupados por técnicos concursados. Têm, em geral, o perfil mais adequado à função do que uma pessoa de fora da máquina pública.

Os concursados recebem o salário base, mais adicional de 40% sobre o que seria o salário da pessoa contratada de fora. Assim, o Erário economiza 60% da remuneração de uma função de confiança ao colocar na função alguém do próprio quadro.

Só 1 filiado ao PT ocupa cargo no topo da administração (cargos classificados como DAS-6 ou “de natureza especial“). Nesse quesito, o partido PT está no mesmo patamar de PC do B, PRTB, PV e Solidariedade.

A legenda com mais filiados nessas posições é o MDB, com 17 pessoas. Em seguida vêm PSL (11), DEM (9), PSDB (8), Cidadania, Novo, PP e PSD (todos com 4).

Há 3.291 filiados a partidos políticos entre detentores de cargos de livre provimento. O número de cargos comissionados caiu 2,8% em 2019 na comparação com o ano anterior. Já o de ocupantes dessas vagas ligados a legendas caiu 17,3%. Um em cada 10 dos 32.601 funcionários nessas funções tem filiação partidária.

O Ministério da Agricultura é a pasta que mais tem pessoas ligadas a partidos políticos em cargos de confiança: são 15% total. A legenda que predomina é o MDB. Os ministérios da Educação e do Meio Ambiente estão empatados em 2º lugar, com 13%. Nas duas pastas, o maior grupo é de petistas.

PODER 360 - @plantaocaico