sexta-feira, 25 de dezembro de 2020


Caicoense morre na praia de Ponta Negra na tarde desta sexta-feira (25)



O corredor de redes Caicoense identificado como Agaibe Lopes morreu na tarde desta sexta-feira na praia de Ponta Negra em Natal.

 A vítima possivelmente teve um mal súbito quando estava tomando banho nas águas da praia. O corpo de bombeiros chegou a ser acionado porém Agaibe já estava sem vida.

@plantãonatal  - @plantaocaico 

Juíza morta pelo ex-marido na véspera de Natal dispensou escolta a pedido da filha


A juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, de 45 anos, que foi morta pelo ex-marido nesta véspera de Natal, dispensou a escolta que lhe era oferecida pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) após dois meses. A magistrada, que já havia sido ameaçada e agredida por Paulo José Arronenzi, de 52 anos, com quem fora casada de 2009 a 2020, comunicou a Comissão de Segurança TJ, que não queria mais ser acompanhada pelos seguranças por uma decisão pessoa – que seria o pedido de uma das filhas.

A escolta foi colocada à disposição de Viviane depois de um pedido dela. A juíza tinha como proteção dois carros, com seis homens armados e com habilidades em artes marciais, acompanhando-a durante 24 horas por dia.

Nesta véspera de Natal, contudo, ao deixar as filhas no condomínio de Viviane, na Barra da Tijuca, Paulo José a esfaqueou. Ela morreu no local e ele foi preso em flagrante e levado para a Divisão de Homicídios (DH). As filhas pequenas — gêmeas de 7 anos e uma de 9 — presenciaram a cena

Portal Grande Ponto - @plantaocaico


Concurso da PRF com 1.500 vagas é autorizado pelo Ministério da Economia



O Ministério da Economia autorizou, nesta quinta-feira (24/12), a realização de concurso público para a contratação de 1,5 mil agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O aval, assinado pelo secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Mário Paes de Andrade, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). Leia aqui.

A responsabilidade da realização do concurso público será do Ministério da Justiça e Segurança Pública, órgão ao qual a PRF está subordinada. A pasta deverá editar as respectivas normas.

“O prazo para a publicação do edital de abertura do concurso público será de seis meses, contado a partir da publicação desta portaria”, complementa o texto.

Em live transmitida em uma rede social nesta manhã, o diretor-geral da PRF, Eduardo Aggio, ressaltou, no entanto, que o edital deverá ser publicado logo em janeiro de 2021.

Inicialmente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou que 2 mil vagas seriam ofertadas. Aggio explicou que um novo concurso com 500 vagas ocorrerá em 2022.

“O presidente falou e está falado. Essas 1,5 mil vagas são para provimento em 2021 e, em 2022, faremos o provimento do restante, de 500 vagas”, assinalou Eduardo Aggio.

“Será o maior efetivo da história da Polícia Rodoviária Federal, que nos permite prover serviços em uma qualidade nunca antes vista no país”, complementou o diretor-geral.

Metrópoles - @plantaocaico