Navio encalhado no Canal de Suez pode afetar o Brasil

março 28, 2021

Se você acha que o preço da gasolina, dos alimentos e de outros produtos está caro, é bom se preparar para preços possivelmente ainda mais altos, em breve. É o que vai acontecer se não conseguirem desencalhar, em breve, o supercargueiro que está bloqueando o Canal de Suez.
O canal oferece aos navios uma rota entre a Ásia, o Oriente Médio e a Europa sem ter que contornar o Cabo da Boa Esperança, no extremo sul da África, economizando quase 9 mil quilômetros em cada sentido. Quase 19 mil navios, com mais de 12% de todo o comércio internacional, passam pelo canal a cada ano, transportando milhões de toneladas de mercadorias, incluindo mais de 5 mil petroleiros, com 9% de todo o petróleo comercializado por mar e 8% do gás natural liquefeito.
Sua paralisação causará congestionamentos nos portos, quebras de cadeias de produção por falta de matérias-primas e encarecimento de commodities. Quanto mais tempo durar, maior será este efeito. Até agora, já conseguiram fazer o Ever Given - o navio encalhado - se mexer, mas nada de desencalhá-lo, a ponto de navios que estão na fila atrás dele estarem considerando seriamente usar a rota alternativa, que levaria 12 dias mais e teria de passar por áreas com risco significativo de ataques piratas.
Se o canal permanecer bloqueado por muito mais tempo, a inflação no mundo deve subir, o que pressionará bancos centrais a subirem as taxas de juros, limitando o crédito, o crescimento econômico e a geração de empregos em todo o mundo e também no Brasil. 

Fonte : #Ricamorim - @plantaocaico 


Leia Também...

0 Comments