Filho de prefeito do RN estava envolvido em plano para atacar presídios

abril 24, 2021

Nesta sexta-feira, 23 de abril de 2021, um desdobramento da operação “Senhor das Armas”, da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) em parceria com o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (DEPATRI - PCPE) e a Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco (Seres/PE), resultou na prisão de dois suspeitos, armamento pesado e munições.

Miguel Cabral Nasser Filho, de 27 anos, o “Miguelzinho”, filho do prefeito de São Pedro do Pontengi/RN, é suspeito de integrar uma quadrilha especializada em ataques a bancos e carros-fortes, com atuação no estado e em estados vizinhos.

Com ele, foram apreendidas, em flagrante, uma pistola Glock .40 e um fuzil colt novo de calibre 5,56. O homem foi conduzido pelos policiais até a sua residência, onde foram encontrados outro fuzil, além de centenas de munições de 4 calibres diferentes. O motorista de Miguel, Francisco Félix da Silva, conhecido como Chico Véi, também foi preso.

De acordo com o delegado titular da Deicor, Erick Gomes, a quadrilha vem sendo investigada há meses e as investigações levaram ao nome de Miguel, sendo efetuada a prisão nesta sexta-feira.

Ainda segundo o delegado Miguel faz parte da quadrilha de Camilo Cassimiro Nunes, conhecido como Camilo Bombado, preso no sábado, dia 17 de abril. No mesmo dia foram apreendidas pistolas, fuzis, muita munição e explosivos.

O arsenal seria utilizado para um ataque ao pavilhão 5 da Penitenciária de Segurança Máxima Rogério Coutinho Madruga (penitenciária de Alcaçuz), em Nísia Floresta, e o resgate de cerca de 20 integrantes do chamado “Novo Cangaço”. 

Com as apreensões desta sexta, já somam cinco fuzis recuperados apenas no mês de abril. As investigações continuam para identificar e prender os demais envolvidos.

▶️Mossoró Hoje 
▶️@plantaocaico 

Leia Também...

0 Comments