1,5 mil internos do Sistema Penitenciário do RN fazem provas do Encceja

outubro 15, 2021



📄 Nesta quinta-feira (14) foram concluídas no sistema penitenciário do Rio Grande do Norte as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja PPL). O exame começou na quarta-feira (13), em todas as 17 unidades prisionais do Estado, com o total de 1.548 inscritos. Avaliação, aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), proporciona as pessoas em privação de liberdade a oportunidade de finalizar o ensino regular e remir a pena.

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, acompanhou a aplicação do certame na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. “Tudo transcorreu conforme o planejado”, disse. Florêncio destacou ainda que “hoje temos espaços de aula em todas as unidades prisionais do Estado”. As provas foram aplicadas com apoio dos policiais penais das unidades.

No primeiro dia, a prova é destinada aos reeducandos que buscam o certificado de conclusão do Ensino Fundamental. Hoje, segundo dia, os internos buscam o certificado do Ensino Médio. As provas do Ensino Fundamental apresentam 30 questões objetivas de múltipla escolha e envolvem as disciplinas de ciências, matemática, língua portuguesa e estrangeira, artes, educação física, história, geografia e redação.

Para os do Ensino Médio, a avaliação envolveu Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

O Encceja PPL tem o mesmo nível do Encceja. A participação é voluntária e gratuita. Para ser aprovado, o privado de liberdade precisa atingir 100 pontos nas provas objetivas e cinco pontos na redação. A grande maioria dos internos do sistema prisional chega nas unidades com baixa escolaridade. Identificado a demanda, o detento poderá se inscrever como voluntário em um dos programas de educação prisional que buscam a ressocialização e a remição de pena.

⏸ @plantaocaico 

Leia Também...

0 Comments