Diretor-geral da PF afasta delegado que investigava Jair Renan, filho de Bolsonaro

outubro 08, 2021


😱 O diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, decidiu substituir o delegado Hugo de Barros Correia do cargo de superintendente do órgão no Distrito Federal. É a superintendência do DF a responsável por dois dos principais inquéritos que hoje preocupam o presidente Jair Bolsonaro: o inquérito das fake news, que mira em aliados do presidente, e o que tem como alvo suposta prática de tráfico de influência envolvendo o filho “04”, Jair Renan. Como superintendente, Correia não tocava tais investigações, mas coordenava o núcleo que apura os casos.

O Estadão apurou que o delegado foi informado da “demissão” ontem à noite, por telefone, sem maiores explicações. Correia mal completou cinco meses no cargo – foi alçado à chefia da unidade da PF no Distrito Federal em maio, no início da gestão de Maiurino. Para o lugar de Correia, Maiurino deve indicar um delegado do Rio de Janeiro, reduto da família Bolsonaro. O nome mais cotado é o de Victor César, que atua na superintendência fluminense.

Segundo o Estadão apurou, os incômodos que levaram ao afastamento do superintendente do DF estão ligados à comunicação sobre ações da Polícia Federal. Essa era uma queixa antiga do presidente Jair Bolsonaro. Na reunião ministerial de 22 de abril de 2020, quando ameaçou de demissão o então ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o então diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, Bolsonaro afirmou: “não posso ser surpreendido com notícias. Pô, eu tenho a PF que não me dá informações”.

⏸ Estadão ➖ @plantaocaico 

Leia Também...

0 Comments