Mais um estado: Projeto que criaria o estado de Tapajós tramita no Senado Federal e deve entrar em votação na próxima semana

novembro 20, 2021

🇧🇷 O Brasil pode ganhar um novo estado. Um projeto de criação de Tapajós, que se tornaria a 28ª unidade federativa do país, está em tramitação no Senado. O processo é complexo e passa por várias instituições políticas.

Na quarta-feira (17), após o relator Plínio Valério (PSDB-AM) dar parecer favorável à realização de uma consulta à população do Pará, o projeto entrou em pauta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas não chegou a ser votado por conta de um pedido de vistas do senador Jader Barbalho.

A disputa sobre a divisão do Pará começou efetivamente como projeto ainda nos anos 1990, para a formação de mais dois estados: Tapajós e Carajás. Em 2011, foi realizado o primeiro plebiscito sobre o tema, mas 66,08% rejeitaram a criação do estado de Tapajós e 66,59% disseram "não" para a criação do estado de Carajás.

Em 2019, foi iniciado um novo processo para ouvir a população, mas com intuito de criar apenas o estado de Tapajós. Segundo o presidente do Instituto Cidadão Pró Estado do Tapajós (ICPet), Jean Carlos Leitão, a região oeste do Pará recebe poucos investimentos.

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), é um dos principais representantes do grupo que é contra a proposta de dividir o estado. Para ele, o projeto é "inadequado", já que o estado está mais unido do que nunca e que "é possível governar para todos".

Segundo o ICPet o nome para a unidade federativa foi escolhido devido ao valor histórico que representa para a região. De origem indígena, "Tapajós" é o nome de povos tradicionais que habitam o oeste do Pará e também nome de um dos principais rios que cortam a região. De acordo com o projeto, se o Tapajós for criado, ele terá:

🔸Santarém como sua provável capital;

🔸43,15% do atual território do Estado do Pará, totalizando 538,049 mil km², e ficaria na porção oeste;

🔸23 municípios (saíram quatro municípios após o plebiscito de 2011: Altamira, Porto de Moz, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu);

🔸15% da população do Pará, o equivalente a 2 milhões de habitantes;

🔸11% do Produto Interno Bruto (PIB) do Pará, que seria de quase R$ 6,5 bilhões;

🔸8 deputados federais, 24 estaduais e 3 senadores.

▶️ @plantaocaico 

Leia Também...

0 Comments