sábado, 6 de março de 2021


Após 40 dias desaparecido, piloto é achado vivo na região amazônica


Foto: Marcelo Seabra/Ag. Pará/Divulgação


Um piloto de avião paranaense foi encontrado com vida 40 dias depois de desaparecer na região amazônica.

No dia 28 de janeiro, Antônio Sena saiu com seu avião de Alenquer, no Pará, com destino à pista de pouso Treze de Maio, uma área com garimpos na região do município de Almeirim, no mesmo Estado, e nunca mais foi visto.

Equipes de buscas vasculharam sem sucesso a região, inclusive com a ajuda de helicópteros. A boa notícia ocorreu na sexta-feira (5), quando um grupo de castanheiros o localizou na divisa entre os Estados do Pará e do Amapá. As primeiras informações são de que Sena está consciente, mas perdeu peso e está muito magro.

Foto: Marcelo Seabra/Ag. Pará/Divulgação

As equipes de buscas conseguiram localizar o piloto após o grupo coletor de castanha acender uma fogueira no meio da floresta na manhã deste sábado. Aeronaves do Governo do Estado fizeram o resgate e o deslocamento para Santarém.

No aeroporto em Santarém, amigos e familiares recepcionaram “Toninho Sena” com festa. Ainda da ambulância, “Toninho” falou com as pessoas que os esperarvam. Na pista, ele também abraçou os irmãos. O piloto foi levado para um hospital particular para receber atendimento médico e passar por exames.

Foto: Elton Pereira/TV Tapajós

Na porta do hospital, familiares puderam abraçar o piloto e matar um pouco a aflição que perdurou por mais de um mês. Entre lágrimas e sorrisos, palavras de agradecimento a Deus, à equipe e a todas as pessoas que estiveram envolvidas nas operações desde o desaparecimento.

#G1 - @plantaocaico 


RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 96%; Seridó tem 97,2%



A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 96%, registrada no início da tarde deste sábado (6). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 553.

Até o momento desta publicação são 12 leitos críticos (UTI) disponíveis e 287 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 54 disponíveis e 266 ocupados. Há 71 pacientes com perfil de leito crítico na lista de regulação para 12 leitos disponíveis.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 94,2% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 97,2% e a Região Oeste tem 98,9%

#BG - @plantaocaico 


Policiais vão cumprir ordem de Fátima, mesmo sem decretos municipais



Os policiais militares já receberam a ordem: devem cumprir o decreto estadual, independemente de ter ou não um novo decreto do município, sobre o toque de recolher no Rio Grande do Norte. Em tese, o Estado poderia apenas sugerir as medidas, que seriam ou não implantadas pelos municípios. A Prefeitura de Natal, inclusive, até se reúne hoje para decidir se seguirá ou não o texto de Fátima. Contudo, pelo que os PMs já foram ordenados a fazer, o que vale é o que o Governo decidiu. 

@plantaocaico 

Novo decreto vai ‘terminar de acabar turismo do RN’, diz presidente da ABIH



O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) Abdon Gosson criticou o decreto do Governo do Estado que determina o toque de recolher às 20h em todo o território potiguar e um “lockdown aos domingos”. Para Abdon, as ações do governo irão jogar uma pá de cal no já enfraquecido turismo local, uma vez que provocarão o fechamento de bares, restaurantes e hotéis.

“Vai terminar de acabar e destruir com o turismo aqui do nosso estado, 100%, os hotéis vão fechar todos. O número e cancelamentos já começou pelos hotéis”, criticou Abdon Gosson em entrevista ao Repórter 98, da 98 FM de Natal.

Ele afirma que, com o novo decreto, as pessoas deixarão de frequentar bares e restaurantes, pois sabem que terão que estar em casa às 20h. Os proprietários, segundo Abdon, também não irão abrir os estabelecimentos.

Ainda segundo Gosson, atualmente mais de 120 mil pessoas dependem diretamente do turismo no RN. “São pais e mães de família. Então nós não somos a favor de aglomerações nem de fechar, somos a favor de uma fiscalização extremamente rigorosa e de punições muito fortes para fechar aqueles que descumprirem”, declarou.

#GrandePonto - @plantaocaico