quinta-feira, 21 de outubro de 2021


Rogério Marinho visita obras que serão as portas de entrada das águas do São Francisco para o Rio Grande do Norte


💧 JORNADA DAS ÁGUAS ⤵️

📱 O Ministro do Desenvolvimento Regional também inaugurou o último trecho de canal do Projeto de Integração do São Francisco, concluindo as obras físicas necessárias para garantir o caminho das águas nos dois eixos do projeto, restando apenas intervenções complementares_

Dando sequencia à série de entregas e anúncios da Jornada das Águas pelo semiárido brasileiro, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, acompanhou de perto as obras de recuperação e modernização da Barragem de Engenheiro Avidos, em Cajazeiras (PB), bem como o Reservatório Caiçara, em São José de Piranhas (PB), onde termina o Eixo Norte do Projeto de Integração do São Francisco e se inicia o Ramal do Apodi. Essas estruturas são as portas de entrada das águas do Rio São Francisco para o estado do Rio Grande do Norte.
 
A Barragem Engenheiro Avidos é o último dos reservatórios estratégicos que receberão as águas do Projeto São Francisco. Essas obras contam com R$ 17,6 milhões em investimentos federais e estão sendo executadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). “Engenheiro Avidos é o pulmão que vai eternizar o rio Piranhas-Açu e permitir que a água escoe para o último estado do Nordeste Setentrional, que será também abraçado pelo Velho Chico, que é o Rio Grande do Norte”, afirmou o ministro Rogério Marinho.

De lá, o ministro seguiu para o Reservatório Caiçara, em São José de Piranhas (PB), para acompanhar os avanços das obras do Ramal do Apodi, estrutura determinante para que as águas cheguem ao oeste do Rio Grande do Norte, beneficiando 32 municípios da região. “O trecho que visitamos hoje será revestido até Major Sales, no Rio Grande do Norte. Lá, haverá um túnel de mais de 7 metros de extensão com 27 metros de diâmetro. As águas chegarão até o Açude Angicos, em José da Penha, e a partir dali vão trilhar o Rio Apodi, em Mossoró, levando água para toda a região oeste do Rio Grande do Norte”, explicou o ministro.

Além dos 32 municípios do Rio Grande do Norte, outros 9 no Ceará e 13 na Paraíba também serão beneficiados com a conclusão da obra, totalizando 750 mil pessoas que terão fornecimento de água regularizado com a sua conclusão. Além disso, devem ser gerados 2 mil empregos diretos, fomentando a economia de toda a região.

▶️ ÚLTIMA ETAPA DO CANAL DA TRANSPOSIÇÃO ⤵️

Ainda em São José de Piranhas, o ministro, acompanhado do presidente Jair Bolsonaro, inauguraram o último trecho de canal do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Com isso, após 13 anos desde o início do empreendimento, as obras físicas necessárias para garantir o caminho das águas dos dois eixos (Leste e Norte) estão concluídas.

O trecho inaugurado nesta quinta-feira tem oito quilômetros de extensão e se localiza entre os reservatórios Caiçara, em São José de Piranhas, e Engenheiro Avidos, em Cajazeiras (PB). O investimento federal na estrutura, que vai beneficiar moradores da Paraíba e do Rio Grande do Norte, foi R$ 49,7 milhões. “Finalmente, depois de todos esses anos, a obra do Projeto de Integração do Rio São Francisco está concluída. Mais uma vez, isso demonstra o compromisso do Governo Federal em garantir segurança hídrica para a população brasileira que convive com a seca”, destacou o ministro Rogério Marinho.

💧 JORNADA DAS ÁGUAS ⤵️

Criada pelo MDR, a Jornada das Águas visa reforçar o compromisso do Governo Federal de levar água a quem mais precisa. O trajeto começou no dia 18 de outubro, em São Roque de Minas (MG), e vai passar pela região do semiárido nordestino. Nas agendas, promovidas até o dia 28 de outubro, serão realizados anúncios e entregas de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de mudanças normativas que vão revolucionar a maneira como brasileiro se relaciona com a água.

⚠️ Confira as próximas agendas da Jornada ⬇️

🗓 22 e 23/10 – RIO GRANDE DO NORTE ⤵️
• Barragem de Oiticica – Liberação de R$ 10 milhões
• Adutora do Agreste Potiguar – Lançamento do edital de licitação para projeto básico -
• Lagoa do Bonfim – Anúncio do edital de licitação do Projeto de revitalização
• Polo da Moda - Portaria de criação do Polo da Moda e Exposição de produtos locais
• Instalação de 60 cisternas em São Tomé
• Anúncio de instalação de transformador na subestação de João Pessoa II

🗓 25/10 – PIAUÍ ⤵️
• Lançamento do Plano de Ação Estratégica para a bacia hidrográfica do Rio São Francisco e área de influência do Projeto de Integração do São Francisco e do Rio Parnaíba
• Programa Águas Brasileiras – Projeto de Recuperação e Revitalização de Nascente na Bacia do Parnaíba
• Retomada das obras do projeto de Irrigação Marrecas

🗓 26/10 – MARANHÃO ⤵️
• Lançamento do edital dos estudos para a implantação da integração de Bacias do Piauí/Maranhão e demais estados do Nordeste

🗓 27/10 – ALAGOAS ⤵️
• Canal do Sertão Alagoano – Assinatura de OS de três subsistemas do Canal e entrega do subsistema Água Branca
• Apresentação do Fundo de Revitalização de Bacias – recursos Lei da Eletrobras
• Anúncio do Fundo de Estruturação de projetos – criado pela MP 1.052

🗓 28/10 – SERGIPE ⤵️
• Anúncio do Novo Marco Hídrico
• Canal do Xingó – Apresentação do projeto.

📱 @plantaocaico 

Na Índia, mulher de 70 anos dá à luz após fertilização in vitro

🌎 Segundo informações do tabloide britânico Daily Mail, o casal, de um pequeno vilarejo chamado Mora, em Gujarat, na Índia, está casado há 45 anos. Jivunben disse que não tem carteira de identidade para comprovar sua idade, mas afirmou que possui 70 anos. O médico Naresh Bhanushali disse ter advertido os pais que uma gravidez nessa idade seria muito difícil, mas o casal insistiu. “Eles disseram que muitos de seus familiares também o fizeram", afirma o médico.

"Este é um dos casos mais raros que já vi", complementa. As chances de uma mulher com 70 anos ou mais ficar grávida naturalmente são muito pequenas, já que a maioria das mulheres passa pela menopausa na faixa etária entre o final dos 40 e o início dos 50 anos. Caso uma mulher com idade avançada – como Jivunben – queira engravidar, geralmente utiliza-se um óvulo doado por uma mulher mais jovem que é fertilizado fora do corpo. Logo depois, o embrião é colocado dentro do útero, na esperança de que a gestação seja confirmada.

▶️ Os riscos da gravidez tardia ⤵️

Apesar de as condições de saúde da população, de uma maneira geral, terem melhorado, as chances de engravidar continuam diminuindo com a idade. Depois dos 40, elas caem drasticamente. “O corpo da mulher prioriza os óvulos em melhores condições de fecundação e desenvolvimento, que são utilizados na juventude. A probabilidade de erros na divisão celular do embrião também aumenta com a idade”, explica o obstetra Eduardo Motta, especialista em reprodução humana, de São Paulo. No Brasil, o Conselho Federal de Medicina permite, mas não aconselha, tratamentos para engravidar a mulheres acima dos 50 anos. No entanto, é preciso assinar um documento afirmando estar ciente dos riscos.

▶️ Revistacrescer.globo.com
▶️ @plantaocaico