Cantor da Calcinha Preta nega morte cerebral de Paulinha Abelha e tranquiliza fãs: 'É fake news

fevereiro 18, 2022

🙌 O cantor Bell Oliver, integrante da Calcinha Preta, desmentiu informações falsas, que circularam pelas redes sociais sobre a morte cerebral de Paulinha Abelha, colega de banda que está em coma e internada há sete dias em um hospital particular em Aracaju, com problemas renais.

"É fake news. A gente fica muito triste. Isso aí é um mal irreversível, que ela teve morte cerebral. Quero aqui dizer para todos os fãs e amigos que ela continua estável. Fiquem tranquilos, vamos continuar nossa corrente de oração", alertou o artista.

Bell Oliver também informou que uma equipe foi contratada para avaliar o quadro de saúde da cantora em paralelo à equipe hospitalar e falou sobre o estado de coma.

"Teve uma equipe que a gente contratou, que está dando um diagnóstico neutro, fora do hospital, junto com a equipe do hospital. Ele [o médico] falou que é normal [o coma]. Tem um dia que ela tomou antibiótico. Geralmente o antibiótico pra começar a fazer efeito são 48h. Ele pediu que a gente tivesse calma, que as taxas dela estão normais".

Entenda o caso
Paulinha Abelha foi hospitalizada em 11 de fevereiro em Aracaju depois de chegar de uma turnê com a banda Calcinha Preta em São Paulo. A internação foi para tratar de problemas renais, mas a causa não foi divulgada.

No dia 14, o quadro da cantora se agravou e ela foi transferida para a UTI, além de passar a fazer diálise.

No boletim médico divulgado na tarde da quinta (17), foi anunciado que Paulinha estava em coma, e por causa da instabilidade neurológica, não tinha condições clínicas suficientes para a transferência, mas no fim da noite a situação mudou, e por volta das 23, ela foi transferida para o Hospital Primavera, na Zona Sul de Aracaju, para fazer novos exames renais.

✅ G1 TV Sergipe
✅ @plantaocaico 

Leia Também...

0 Comments